Página Inicial Notícias Amazonas Heróis do Fogo comemoram Dia Nacional do Bombeiro Militar

Heróis do Fogo comemoram Dia Nacional do Bombeiro Militar

8 minutos de leitura
46

Neste dois de julho, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) comemora o Dia Nacional do Bombeiro Militar. Diferentemente dos anos anteriores, marcados por solenidades militares para celebrar a importância da profissão, este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, não haverá nenhum evento, entretanto, o comandante geral do CBMAM, coronel BM Danízio Valente, ressalta que a data é de reflexão e incentivo ao trabalho desenvolvido pelos guerreiros do fogo.

Foto: 2º SGT BM Denis Wilson/CBMAM

“Para o bombeiro, essa data é de fundamental importância. É ter a lembrança: ‘Ei, bombeiro, obrigado por vocês existirem e estarem sempre dispostos a nos ajudar!’. É dar nossa homenagem àquelas pessoas que se dedicam diuturnamente para salvar vida, patrimônio e meio ambiente”, disse o comandante.

Não é à toa que os bombeiros militares também são conhecidos como “o amigo certo nas horas incertas”. Segundo o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope Inteligência), que estuda comportamento das pessoas na política, no consumo e na utilização de serviços, o Corpo de Bombeiros Militar é a instituição mais confiável pelos brasileiros e está no topo do ranking por 10 anos consecutivos, ficando à frente de renomadas e respeitadas instituições, como Forças Armadas e Polícia Federal.

 

O coronel BM Danízio Valente acredita que essa confiança é resultado do trabalho desenvolvido ao longo dos anos, em todo o Brasil. “Essa credibilidade é em decorrência do trabalho humanizado que o bombeiro tem. Nós dedicamos a nossa vida à sociedade mesmo que, no atendimento da ocorrência, venhamos a perecer. Então, eu creio que seja por causa desse trabalho feito com dedicação e esmero. Os bombeiros passam por treinamentos avançados e que requer, muitas vezes, se ausentar da própria família. O Corpo de Bombeiros Militar não faz distinção de pessoas. Nós atendemos a todos de uma forma geral”, comentou a autoridade militar.

Nenhum passo atrás – Desde o primeiro caso de Covid-19 no estado, o CBMAM montou um sistema de monitoramento on-line para acompanhar os bombeiros militares. Uma das maiores preocupações foi salvaguardar o efetivo, principalmente por ser uma instituição de serviço essencial e realizar atendimentos pré-hospitalares. Com o preenchimento dos formulários, a Diretoria de Saúde da Corporação montou uma equipe para atendimentos on-line a fim de monitorar os bombeiros de acordo com a evolução dos casos. Nenhum óbito foi registrado entre os bombeiros infectados por Covid-19.

Prevenção – Desde o dia 17 de março, o CBMAM vem realizando mudanças na rotina diária dos bombeiros militares para aumentar a prevenção e enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A distribuição de Equipamento de Proteção Individual (EPI) para cada bombeiro militar; o uso obrigatório de máscaras; assepsia e higienização do ambiente de trabalho, viaturas e áreas comuns foram algumas das medidas adotadas pelo CBMAM.

Vacinação H1N1 – Entre os dias 27 e 30 de abril, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas realizou a vacinação contra a Influenza A (H1N1). A ação foi em cumprimento ao calendário de vacinação do Ministério da Saúde (MS). Pelo menos 1.034 servidores do CBMAM, Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) foram imunizados contra a H1N1.

Salvamento Veicular – Outra conquista, neste ano, foi a entrega dos três conjuntos de equipamentos desencarceradores. A aquisição teve investimento da ordem de R$ 391.500,00 e foi feita pelo Fundo Especial Bombeiro Militar (Funesbom). Os novos equipamentos reforçam as atividades das equipes que atuam em ocorrências de acidente de trânsito e que necessitam de salvamento veicular tanto na capital quanto no interior.

História – No dia dois de julho de 1856, foi criado, no Rio de Janeiro, o Corpo Provisório de Bombeiros da Corte pelo Imperador Dom Pedro II, dando início ao serviço de combate às chamas que se expandiu para os mais diversos e distantes lugares do Brasil. Esse novo trabalho a serviço do Império, abriu portas para a chegada dos serviços essenciais no país e trouxe consigo o maior lema dos Corpos de Bombeiros Militares de todo o Brasil: “Vida alheias e riquezas salvar”.

Fotos: 2º SGT BM Denis Wilson/CBMAM

Mais informações: Assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM): Major José Ricardo Cristie Carmo da Rocha (99205-9817), Sargento Denis Wilson Lira Ferreira (98212-3761) e jornalista Bárbara Costa Ferreira (98150-5763)

Comentários

Carregue Mais Artigos Similares
Carregue Mais Por Emerson Tahan
Carregue Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta