Homem com o maior pênis do mundo está com dificuldade de conseguir emprego e namorar

1087

Apontado como o homem com o maior pênis do mundo, o mexicano Roberto Esquivel Cabrera, de 55 anos, não consegue arrumar emprego nem fazer sexo.

Segundo o canal Barcroft TV, com um membro de 48 centímetros (ou 19 polegadas), ele não consegue se locomover com agilidade e seu pênis não cabe dentro dos uniformes oferecidos pelas empresas.

O mexicano sobrevive, atualmente, apenas com benefícios do Estado e pretende começar uma carreira na indústria pornográfica nos Estados Unidos.

Homem com maior pênis do mundo tem dificuldades para trabalhar /
Reprodução/Metro

Em entrevista ao canal, o mexicano falou também sobre a dificuldade de fazer sexo. “Eu não posso penetrar ninguém, é muito grosso”. Questionado se é possível ter ereção, Roberto Cabrera responde que sim, e que, ereto, o pênis possui os mesmos 48 centímetros.

Homem com o maior pênis do mundo não consegue arrumar emprego nem fazer sexo / Daily Mail

Ainda segundo informações do canal, o radiologista Jesus Pablo Gil Muro, que teve acesso a uma radiografia computadorizada do órgão sexual de Roberto Esquivel Cabrera, falou sobre o tamanho real do membro: “A tomografia mostrou que existe um prepúcio (camada de pele que protege a glande, conhecida popularmente como a “cabeça do pênis”) muito grande, vai até quase o joelho, mas o pênis vai de 16 a 18 cm do púbis”.

O Dr. Muro revelou que Roberto se recusou a tirar as ataduras que ele usa para cobrir e proteger o pênis e afirmou que parte do tecido do membro também é composta por alguma inflamação na pele que se originou ao longo dos anos.

O médico psiquiatra Jesus David Salazar Gonzalez disse que o mexicano rejeitou a ideia de fazer cirurgia de redução do órgão sexual. “Ele prefere ter um pênis maior do que o resto das pessoas”, afirmou. “Na cultura latina, é algo que o torna diferente das pessoas e o faz se sentir especial”, concluiu.

O Dr. Gonzalez explica que Roberto tinha uma obsessão com o tamanho do pênis que vem desde a época da adolescência e que ele usou pesos para esticar o tamanho do órgão sexual.

“Eu estou feliz com meu pênis, sei que ninguém tem o tamanho que tenho. Eu gostaria de estar no Guinness (o Livro dos Recordes), mas eles não reconhecem esse registro”, afirmou Roberto.

“Quero voltar aos EUA e passar o resto da minha vida lá. Eu gostaria de ser uma estrela pornô e acho que ganharia muito dinheiro lá. Eles não são como aqui, eles são mais liberais e não se importam com o que tenho dentro da calça”, explicou o mexicano.

De acordo com a Barcrof TV, Roberto Esquivel Cabrera foi obrigado a deixar os EUA em 2001 depois de ser acusado de atos de indecência, incluindo se expor nu para duas meninas menores de idade, acusação contra a qual ele apelou sem sucesso.

(Com informações da Barcroft TV)

Comentários