Homens estão desaparecendo em Manaus. Entenda

544

Os dados são do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), do primeiro semestre do ano em Manaus.

Segundo o Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP) 61% dos 386 desaparecimentos de pessoas no semestre são homens. A faixa etária com mais ocorrências é a de 35 e 64 anos, com 19,4% do total, seguida pelas meninas de 12 a 17 anos, que são 17,1% dos casos.

De acordo com Delegacia Especializada em Ordem e Política Social (DEOPS), Catarina Torres, as informações de familiares e amigos são essenciais para as investigações. Por isso, é preciso atenção a qualquer mudança na rotina de pessoas próximas, como parentes, e registrar a ocorrência assim que notar a ausência.

Fora da rotina “O registro do desaparecimento deve ser feito assim que um familiar ou pessoa próxima perceber uma ausência fora da rotina, para que seja dado início às investigações”, disse a delegada. “Muita gente diz que é preciso esperar 24 horas, mas isso é um mito. O quanto mais rápido a informação chegar às autoridades policiais, melhor para a investigação e localização”, completou.

Ambiente virtual Para o delegado adjunto da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Irineu Brandão Júnior, os pais devem ter estar em alerta com o círculo de amizade dos filhos, inclusive no ambiente virtual. “Muitos pais não se preocupam com quem os filhos se relacionam e o que eles acessam na internet”, disse. Irineu também destaca a relevância dos pais manterem um relacionamento mais estreito com os filhos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Comentários