Hospital João Lúcio, pacientes têm leitos molhados por goteiras

5

Durante a chuva que atingiu Manaus na terça-feira (1/03), acompanhantes de pacientes flagraram várias goteiras, no interior da sala de observação 2 do Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus.

Paciente se protege das goteiras utilizando guarda-chuva
Paciente se protege das goteiras utilizando guarda-chuva

Os leitos ficaram molhados, pacientes com dificuldades de locomoção, tiveram que se levantar para não se molharem, outras pessoas chegaram a se proteger usando guarda-chuva.

Segundo relatos, a situação é frequente e quando chega o período das chuvas muitos pacientes preferem ir para casa, para não passar por esse constrangimento. Ainda de acordo com testemunhas, já foram feitas reclamações, o forro foi retirado mas nada resolvido.

Vários baldes são utilizados para aparar a água nas salas e acompanhantes e até mesmo pacientes ajudam na limpeza para evitar acidentes.

Situação flagrada por pacientes
Situação flagrada por pacientes

A direção do Hospital e Pronto Socorro Dr João Lúcio informou que os problemas no telhado da  enfermaria foram causados por fortes chuvas. A direção disse ainda que, logo de imediato, providenciou reparos emergenciais, mas o problema aconteceu novamente. Diante disso, o hospital está encaminhando à Secretaria Estadual de Saúde (Susam) solicitação de serviços de Engenharia que possam resolver a situação, em definitivo.

Referente a reclamação dos usuários, a direção  determinou que a equipe de manutenção da unidade faça uma revisão dos itens citados, da mesma forma que o serviço de limpeza foi orientado a redobrar os cuidados os depósitos de lixo do ambiente, que devem ser mantidos fechados.

Diversos problemas do hospital também foram detectados pela população, como as péssimas condições do banheiro da sala de observação 2 da unidade hospitalar e o material enferrujado utilizado por pacientes.

Situação flagrada por pacientes
Situação flagrada por pacientes

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários