Home Notícias Polícia Idoso de 91 anos é violentado dentro de hospital de campanha

Idoso de 91 anos é violentado dentro de hospital de campanha

1 minutos lido
520

Um idoso de 91 anos foi estuprado por outro paciente dentro do Hospital Municipal de Campanha na Via Costeira, em Natal, de acordo com a Polícia Militar. O caso foi registrado na noite desta quarta-feira (6).

A PM foi acionada pela direção do hospital, pela suspeita de uma tentativa de estupro. O suspeito seria um paciente de 37 anos, que teria abusado de um idoso de 91 anos. O relatório da corporação registrou o crime por volta das 19h30.

Ainda de acordo com a PM, uma avaliação médica teria constatado que o crime foi consumado. Ainda de acordo com o relatório da corporação, o suspeito, a vítima e testemunhas foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil com apoio do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

Na manhã desta quinta-feira (7), agentes da Central de Flagrantes informaram que o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a ala de presos do Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da cidade. Já a vítima foi levada de volta para o Hospital de Campanha.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso (Depi). Uma testemunha prestou depoimento nesta quinta.

“Foi ouvida a pessoa que teria visualizado a atitude suspeita assim que ela adentrou no quarto para entregar as comidas dos pacientes internos. Ela verificou essa atitude e achou estranho. Essa copeira, de imediato, acionou a equipe médica e os profissionais de saúde que ali estavam e eles imediatamente tiraram o idoso do leito que se encontrava”, explicou a delegada Milena Casimiro.

A delegada reforçou ainda que os médicos da própria unidade constataram previamente as lesões no corpo do paciente de 91 anos e que será solicitado um exame de corpo de delito. “A partir de agora nós vamos escutar os profissionais de saúde que ali trabalham, escutar testemunhas e solicitar as perícias necessárias para elucidação completa do caso”.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde lamentou o caso e disse que tomou as providências que cabiam ao serviço de saúde.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Natal lamenta profundamente o ocorrido, informa que tomou todas as medidas cabíveis, denunciando e colaborando com à polícia a quem cabe investigar e seguir com o processo”, diz a nota.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

PC, em alusão ao dia do desarmamento infantil, encaminha para reciclagem mais de 600 armas brancas

Em alusão ao dia do desarmamento infantil, comemorado no dia 15 de abril, a Delegacia Espe…