Ingredientes da culin√°ria da Amaz√īnia

2194

O que vai no prato do povo de Manaus, de Bel√©m e de outras cidades da regi√£o amaz√īnica? Muitos ingredientes v√™m da floresta que, inevitavelmente, tem uma contribui√ß√£o enorme na culin√°ria. Ela fornece frutos cheirosos como o cupua√ßu, peixes de carne saborosa e temperos marcantes, como o jambu, que anestesia o paladar.

Confira abaixo os ingredientes que d√£o um toque √ļnico √† gastronomia da Amaz√īnia!

Cupuaçu

De sabor e aroma marcantes, o cupua√ßu √© um fruto amaz√īnico muito utilizado em balas, compotas, bombons, pudins e outras sobremesas. Segundo o chef Cl√°udio Proc√≥pio, a mousse de cupua√ßu √© uma das sobremesas mais pedidas onde ele trabalha, no Iberostar Grand Amazon, que navega pelos rios Negro e Solim√Ķes.
De sabor e aroma marcantes, o cupua√ßu √© um fruto amaz√īnico muito utilizado em balas, compotas, bombons, pudins e outras sobremesas. Segundo o chef Cl√°udio Proc√≥pio, a mousse de cupua√ßu √© uma das sobremesas mais pedidas onde ele trabalha, no Iberostar Grand Amazon, que navega pelos rios Negro e Solim√Ķes.

Jambu

O jambu é uma planta que anestesia levemente a boca e a língua, usada como tempero de peixes e em pratos regionais como o tacacá e o pato ao tucupi.
O jambu é uma planta que anestesia levemente a boca e a língua, usada como tempero de peixes e em pratos regionais como o tacacá e o pato ao tucupi.

Pirarucu

O pirarucu √© um peixe predador da bacia Amaz√īnica que pode chegar a tr√™s metros de comprimento. Por conta de sua carne firme, √© chamado de ‚Äúbacalhau da Amaz√īnia‚ÄĚ,
O pirarucu √© um peixe predador da bacia Amaz√īnica que pode chegar a tr√™s metros de comprimento. Por conta de sua carne firme, √© chamado de ‚Äúbacalhau da Amaz√īnia‚ÄĚ,

Tucum√£

O tucum√£ √© um fruto d√° em cachos, em uma palmeira de caule espinhoso chamada de tucumanzeiro. O caro√ßo √© grande e a polpa n√£o √© abundante, o que eleva o pre√ßo do saco de lascas do fruto: o saco de 300 gramas custa cerca de R$ 10. O ingrediente √© usado em sorvetes, em saladas e como recheio de tapioca e de sandu√≠ches. Tem apar√™ncia de cenoura, mas sabor mais suave, a textura √© fibrosa, mas macia. ‚ÄúO tucum√£ lembra o pequi, fruto do Cerrado. Com ele √© feito o X-caboclinho, um lanche superpopular na regi√£o amaz√īnica‚ÄĚ
O tucum√£ √© um fruto d√° em cachos, em uma palmeira de caule espinhoso chamada de tucumanzeiro. O caro√ßo √© grande e a polpa n√£o √© abundante, o que eleva o pre√ßo do saco de lascas do fruto: o saco de 300 gramas custa cerca de R$ 10. O ingrediente √© usado em sorvetes, em saladas e como recheio de tapioca e de sandu√≠ches. Tem apar√™ncia de cenoura, mas sabor mais suave, a textura √© fibrosa, mas macia. ‚ÄúO tucum√£ lembra o pequi, fruto do Cerrado. Com ele √© feito o X-caboclinho, um lanche superpopular na regi√£o amaz√īnica‚ÄĚ
O tucumã após ser colhido
O tucumã após ser colhido

Farinha de Mandioca

A farinha de mandioca √© um dos ingredientes mais utilizados na culin√°ria da Amaz√īnia. A uarini √© a farinha mais grosseira que sobra na peneira, tanto que √© chamada de ‚Äúova‚ÄĚ ou ‚Äúovinha‚ÄĚ. √Č acompanhamento para refei√ß√Ķes do dia-a-dia, mas quem n√£o √© acostumado pode achar que vai quebrar os dentes na hora de mastig√°-la. ‚ÄúO jaraqui, que √© um peixe regional que lembra a sardinha, fica gostoso empanado com essa farinha‚ÄĚ, diz o chef Cl√°udio Proc√≥pio. Quando hidratada, a uarini pode ser usada como base para uma vers√£o de cuscuz marroquino.
A farinha de mandioca √© um dos ingredientes mais utilizados na culin√°ria da Amaz√īnia. A uarini √© a farinha mais grosseira que sobra na peneira, tanto que √© chamada de ‚Äúova‚ÄĚ ou ‚Äúovinha‚ÄĚ. √Č acompanhamento para refei√ß√Ķes do dia-a-dia, mas quem n√£o √© acostumado pode achar que vai quebrar os dentes na hora de mastig√°-la. ‚ÄúO jaraqui, que √© um peixe regional que lembra a sardinha, fica gostoso empanado com essa farinha‚ÄĚ, diz o chef Cl√°udio Proc√≥pio. Quando hidratada, a uarini pode ser usada como base para uma vers√£o de cuscuz marroquino.

Guaran√°

Lendas ind√≠genas foram inspiradas nessa fruta, que quando est√° no p√© tem uma apar√™ncia que lembra um olho. A fruta seca e mo√≠da resulta no p√≥ que √© misturado a refrescos e vitaminas. Ao guaran√° s√£o atribu√≠das propriedades energ√©ticas, que melhoram o desempenho f√≠sico e mental. Os ind√≠genas e alguns ribeirinhos utilizam a l√≠ngua do pirarucu, peixe da bacia Amaz√īnica, para ralar bast√Ķes de guaran√° e fazer o p√≥ do fruto.
Lendas ind√≠genas foram inspiradas nessa fruta, que quando est√° no p√© tem uma apar√™ncia que lembra um olho. A fruta seca e mo√≠da resulta no p√≥ que √© misturado a refrescos e vitaminas. Ao guaran√° s√£o atribu√≠das propriedades energ√©ticas, que melhoram o desempenho f√≠sico e mental. Os ind√≠genas e alguns ribeirinhos utilizam a l√≠ngua do pirarucu, peixe da bacia Amaz√īnica, para ralar bast√Ķes de guaran√° e fazer o p√≥ do fruto.

Banana Pacov√£

A banana-pacov√° (ou pacov√£) √© consumida frita, grelhada ou √† milanesa, como recheio de tapiocas e sandu√≠ches ou como acompanhamento de refei√ß√Ķes. A banana que cresce na regi√£o amaz√īnica √© grande: pode chegar a 50 cent√≠metros.
A banana-pacov√° (ou pacov√£) √© consumida frita, grelhada ou √† milanesa, como recheio de tapiocas e sandu√≠ches ou como acompanhamento de refei√ß√Ķes. A banana que cresce na regi√£o amaz√īnica √© grande: pode chegar a 50 cent√≠metros.

Tucupi

√Č feito do l√≠quido da mandioca brava, que √© t√≥xico quando est√° cru, mas √© inofensivo quando fervido. O tucupi √© ingrediente de caldos, molhos e no tacac√°, prato t√≠pico da regi√£o amaz√īnico. ‚Äú√Č uma sopa que serve de lanche r√°pido, muito consumido em Manaus‚ÄĚ,
√Č feito do l√≠quido da mandioca brava, que √© t√≥xico quando est√° cru, mas √© inofensivo quando fervido. O tucupi √© ingrediente de caldos, molhos e no tacac√°, prato t√≠pico da regi√£o amaz√īnico.

Pimenta Murupi

A Murupi uma das pimentas mais populares na regi√£o. ‚Äú√Č bem forte e o povo local adora‚ÄĚ, diz o chef Cl√°udio Proc√≥pio. √Č consumida junto com o tucupi e tamb√©m misturada a molhos.
A Murupi uma das pimentas mais populares na regi√£o. ‚Äú√Č bem forte e o povo local adora‚ÄĚ, diz o chef Cl√°udio Proc√≥pio. √Č consumida junto com o tucupi e tamb√©m misturada a molhos.

Farinha de Tapioca

A goma de tapioca (amido de mandioca branca) √© usada para fazer a tapioca, que √© consumida na Regi√£o Norte com diversas op√ß√Ķes de recheio como banana, queijo-coalho ou tucum√£. A foto acima mostra a farinha de tapioca, chamada de tapioquinha, usada para acompanhar pratos, como o a√ßa√≠.
A goma de tapioca (amido de mandioca branca) √© usada para fazer a tapioca, que √© consumida na Regi√£o Norte com diversas op√ß√Ķes de recheio como banana, queijo-coalho ou tucum√£. A foto acima mostra a farinha de tapioca, chamada de tapioquinha, usada para acompanhar pratos, como o a√ßa√≠.

Feij√£o Verde / Feij√£o de Corda

Um ingrediente muito utilizado pelo chef Cl√°udio Proc√≥pio, o feij√£o de corda √© popular na Regi√£o Norte e tamb√©m no Nordeste. ‚ÄúGosto de usar o feij√£o de corda em saladas‚ÄĚ, diz.
O feijão de corda é popular na Região Norte e também no Nordeste.

 

Fonte: viajeaqui   |   Por: Kátia Arima, de Manaus, com fotos de Carolina Mitsuka

Coment√°rios