‘Japonês da Federal’ é preso pela PF

3

Nesta terça-feira (8/06), a Polícia Federal prendeu o agente Newton Ishii, que ficou conhecido como o “Japonês da Federal”. Ele era processado por suspeita de participar de esquema de contrabando pela fronteira.

O agente ficou conhecido pelo apelido por participar do cumprimento de mandados de busca e apreensão da Operação Lava-Jato, sempre aparecendo em fotos ao lado de presos. Até marchinha de carnaval chegou a ser composta em homenagem ao agente. Máscaras com seu rosto foram distribuídas em manifestação a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O Japonês  se apresentou à Superintendência da Polícia Federal na terça, depois de tomar conhecimento do pedido da Vara de Execuções Penais da Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no interior do Paraná.

O agente era processado por suspeita de participação em esquema de facilitação da entrada de contrabando pela fronteira do Brasil com o Paraguai, em Foz do Iguaçu, na Operação Sucuri.

Ele chegou a ser preso em 2003 e condenado pelos crimes em 2009, mas recorreu em instâncias superiores.

Como o caso tramita com segredo de Justiça, não é possível confirmar, até 10h20 desta quarta-feira, se esse foi o motivo da prisão.

Foto: Geraldo Bubniak / Agência O Globo
Foto: Geraldo Bubniak / Agência O Globo

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

COMPARTILHAR

Comentários