Home Notícias Política Jornal é condenado após espalhar FAKE NEWS contra Normando Bessa em Tefé

Jornal é condenado após espalhar FAKE NEWS contra Normando Bessa em Tefé

2 min - tempo de leitura
360

 

Mentira tem perna curta, e nesse caso tem barco também. A juíza eleitoral de Tefé Doutora Nayara de Lima Moreira Antunes determinou que que o jornal do interior Progresso da Amazônia não fosse mais impresso, publicado, compartilhado ou distribuído. O referido jornal faz diversos acusações contra o candidato a prefeito a prefeito Normando Bessa de Sá, contudo segundo a procuradora do mesmo, até o momento não há qualquer notificação ou intimação do candidato para responder a qualquer das das supostas acusações o que diz o jornal, ou seja, FAKE NEWS.

Mas o que esperar de um candidato que tem como aliados ex-prefeitos condenados por roubarem os cofres públicos? E para completar eles não tem vergonha nenhuma de assumirem tal feito. Não há como uma administração dar certo se ela já começa de forma errada. Se Tefé perder o prefeito Normando Bessa, também perderá a confiança dos deputados responsáveis por fazerem o envio de emendas parlamentares que são fundamentais para o desenvolvimento do município.

Isso mostra claramente o desespero da oposição, que durante os atos da campanha tem circulado material gráfico caluniando o atual gestor da cidade, Normando Bessa.
Inclusive, no jornal Normando é acusado de envolvimento de divulgação de notícias falsas, contudo a única pessoa que responde judicialmente por divulgação de notícias falsas é justamente o candidato Nicson Marreira.

 

Confira a decisão judicial na integra:

 

 

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Política

Deixe uma resposta

Leia Também

Jovem é morta pelo marido após se recusar a mostrar o celular

Uma jovem de 21 anos foi morta pelo marido dela, após se recusar a mostrar o celular dela …