Home Notícias Polícia Jornalista denuncia agressão sofrida em famoso portal de Manaus. Vídeo está viralizando

Jornalista denuncia agressão sofrida em famoso portal de Manaus. Vídeo está viralizando

4 min - tempo de leitura
1,815

Na manhã desta terça-feira (10), o jornalista Matheus Oliveira Araújo, conhecido como Matheus Medina, narrou em suas redes sociais que foi agredido pela editora proprietária do portal CM7, Cileide Moussalem. Matheus contou que foi agredido e que tomou várias “tapas” na sua cara, além de ter sido enforcado na frente de todos os funcionários. O fato teria ocorrido na segunda-feira (9) e hoje ele tornou público através do seu Facebook.

Matheus contou que ela está demitindo todos os funcionários e que sua conduta e educação foi sempre de não responder aos seus superiores. Ele citou ainda que desde pequeno seus pais o educaram a ter respeito pelos outros e nunca , NUNCA foi agredido pelos seus pais muito menos levou “tapa na cara” e/ou foi enforcado.

E ontem, na segunda-feira (9), a empresária bateu em seu rosto, o enforcou na frente dos outros funcionários e o demitiu sem se importar com o constrangimento causado à Matheus Medina que tanto serviu ao portal e inclusive, era um dos apresentadores de quadros do portal.

Matheus compareceu ao 21º DIP para registrar o Boletim de Ocorrência (B.O) e informar que após uma reunião ao relatar sobre sua demissão na empresa Portal CM7 a empresária e proprietária da empresa (Portal CM7) lhe agrediu fisicamente, iniciando na sala de recepção dando-lhe um tapa na orelha esquerda, depois puxou-lhe pela gola da camisa até a sala de gravação e lhe enforcou, a vítima conseguiu tirar a blusa e com a ajuda de alguns colegas as agressões cessaram.

Boletim de Ocorrência registrado pelo Matheus Medina contra o Portal CM7 / Divulgação
Boletim de Ocorrência registrado pelo Matheus Medina contra o Portal CM7 / Divulgação

VÍDEO PRONUNCIAMENTO

Eu, Matheus Oliveira Araújo, conhecido como ‘Medina’ fui agredido e enforcado pela proprietária e dona do Portal CM7 na manhã desta segunda-feira (9).

NADA JUSTIFICA A VIOLÊNCIA !!!
#COMPARTILHE

Procurado pela nossa equipe, a empresária Cileide negou ter agredido o rapaz “Infelizmente o Medina saiu e provocou uma situação complicada na empresa após um furto. Foi até o sindicato pedir ajuda e orientaram ele assim. Fazer B.O e dizer que foi agredido. Os colegas que não estavam no CM7 tomaram as dores e aceitaram a versão dele e tá correndo os áudios. Eu não agredi ele, apenas dei as contas dele. Eu não sabia que ele poderia fazer algo assim. Eu realmente mandei ele embora. Infelizmente tomou essa proposição porque queria vitimizar.” informou a proprietária do portal.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Jussara Melo
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Josué Neto dará o título de cidadã amazonense para Patixa Teló na Aleam

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB), de…