Josu√© Neto cobra solu√ß√Ķes para falta de energia em Iranduba e Manacapuru

185

Na manhã desta terça-feira (19) o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado estadual Josué Neto (PSD) cobrou da Eletrobras Amazonas Energia a apresentação de alternativas para solucionar a recorrente falta de energia elétrica nos municípios de Iranduba e Manacapuru. As cidades do interior têm sofrido com a suspensão do serviço desde o dia 7 de fevereiro, segundo informou o presidente da Casa Legislativa.

Josué Neto cobra alternativas para solucionar falta de energia em Iranduba e Manacapuru РImagem: Joel Arthus/Aleam

A popula√ß√£o de aproximadamente 200 mil habitantes de √°reas urbanas e rurais de Iranduba e Manacapuru t√™m sofrido com dezenas de apag√Ķes, o que para o Josu√© √© uma situa√ß√£o lament√°vel.

‚ÄúFicar sem energia n√£o √© apenas ruim pela quest√£o do conforto, mas devemos lembrar que isso faz com que esses munic√≠pios percam sua capacidade econ√īmica e essa situa√ß√£o est√° ficando insustent√°vel, uma vez que a Distribuidora Amazonas Energia n√£o apresenta sequer uma informa√ß√£o oficial para os mun√≠cipes. √Č preciso encontrar uma alternativa porque j√° se passaram dez dias desde o in√≠cio desses apag√Ķes‚ÄĚ, disse Neto.

Requerimento

O presidente elaborou um requerimento que j√° foi assinado pela maioria dos parlamentares, em que pede explica√ß√Ķes para a falta de energia e cobra alternativas para solucionar o problema.

‚ÄúN√£o sei se isso √© por conta dessa bendita privatiza√ß√£o, mas quando a empresa era estatal parecia que existia uma melhor vontade de atender a popula√ß√£o. Quero deixar meu rep√ļdio porque n√£o h√° nenhuma informa√ß√£o de alternativa, estamos falando de pelo menos 200 mil amazonenses que merecem ser tratados de forma respeitosa‚ÄĚ, destacou o parlamentar.

Saiba mais

As cidades de Iranduba e Manacapuru est√£o sofrendo com a suspens√£o no abastecimento de energia el√©trica desde o in√≠cio do m√™s de fevereiro. No √ļltimo dia 14, os moradores enfrentaram um apag√£o de quase 24 horas, ap√≥s o rompimento da fia√ß√£o que faz a liga√ß√£o da rede el√©trica nos dois munic√≠pios. Segundo a Eletrobras Distribui√ß√£o Amazonas, um equipamento foi danificado ap√≥s tentativa de furto de cabo subaqu√°tico de 69 kV, no Rio Negro.

Na noite da √ļltima segunda-feira (18), os moradores dos munic√≠pios ficaram sem energia novamente. Em nota publicada ainda ontem, em suas redes sociais, a concession√°ria informou que ‚Äúa solu√ß√£o que trar√° confiabilidade no sistema levar√° em torno de 25 dias para ser finalizada‚ÄĚ e pediu compreens√£o dos clientes afirmando ainda que os problemas foram causados ap√≥s a√ß√£o de v√Ęndalos.

Coment√°rios