Home Notícias Manaus Josué usa bandeira da privatização ao se apresentar como pré-candidato

Josué usa bandeira da privatização ao se apresentar como pré-candidato

2 min - tempo de leitura
45
Presidente da Assembleia, Josué Neto, se apresentou como pré-candidato à Prefeitura (Foto: Divulgação)

Em publicação no Facebook, o deputado Josué Neto (PRTB), presidente da ALE (Assembleia Legislativa do Amazonas), se apresenta como pré-candidato a prefeito de Manaus com a bandeira da privatização de serviços públicos municipais. Josué alega que os gastos públicos aumentaram, mas não houve melhoria dos serviços. O deputado defende a gestão pública apenas da saúde, educação e segurança. “Será que o Poder Público ainda deve continuar atuando em setores onde não tem condições de atender o seu povo de forma eficiente (transporte público, feiras, mercados, trânsito)? Ou já é hora de concentrar esforços em atividades prioritárias (saúde, educação, segurança) e criar um ambiente competitivo para que empresas privadas façam serviços com qualidade, eficiência e preços justos para a população?”, pergunta o parlamentar, citando o exemplo da telefonia, hoje líder de reclamações no Procon, sobretudo em áreas remotas, como o interior do Amazonas.

Outra vantagem de passar a empresários serviços públicos, segundo o deputado, seria a redução dos gastos públicos, cujos recursos estão sujeitos a desvios. “Além de todos os pontos que citamos, os benefícios para o estado seriam consideráveis, pois reduziria o custo do poder público, sujeito à desvios e corrupção, e incrementaria sua arrecadação utilizando esses recursos de forma correta e justa em serviços como saúde, educação, segurança, transportes, esportes de base e profissional”, disse.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Manaus

Deixe uma resposta

Leia Também

Prefeito pede compreensão e estima fim dos trabalhos em 20 dias na avenida Mário Ypiranga

A obra emergencial de substituição da rede de drenagem profunda na avenida Mário Ypiranga …