Home Notícias Polícia Jovem é morto com 14 tiros em beco na Compensa

Jovem é morto com 14 tiros em beco na Compensa

3 min - tempo de leitura
46

O tráfico de drogas no bairro Compensa, zona Oeste de Manaus, fez mais uma vítima na noite de hoje (19). Dessa vez, a vítima foi Leonadson da Silva Castro, de 23 anos, morto com 14 tiros. O crime aconteceu por volta das 19h00 no beco do igarapé, localizado na rua do Comércio, uma área considerada bastante perigosa pela polícia militar, palco de constantes confrontos entre traficantes rivais, que disputam o comando de pontos de venda de drogas no território.

 

Imagem: Divulgação

 

Segundo as testemunhas que conversaram com os policiais militares da 8 Companhia Interativa Comunitária (cicom), os principais suspeitos são 4 homens, ainda não identificados, que estavam em um carro branco. Os criminosos teriam parado o veículo, dois deles desceram e surpreenderam Leonadson com vários disparos de arma de fogo. Moradores das proximidades, ouviram pelo menos 14 tiros. Depois da execução, os atiradores voltaram para o carro e fugiram do local.

A motivação do homicídio ainda é um mistério, mas por conta das características, a polícia acredita que tenha sido um acerto de contas entre traficantes. Outra hipótese é que seria retaliação por Leonadson não ter pago alguma dívida relaciona a entorpecentes, já que ele também era usuário de drogas.

Familiares do jovem estiveram na cena do crime. De acordo com a irmã da vítima, Leonadson era cantor de funk, não tinha moradia fixa, atualmente estava frequentando a igreja e deixou um filho de menos de 1 ano. “Ele não morava mais comigo, vivia dormindo de casa em casa, um dia na casa de um, um dia na casa de outro, onde dava. Eu não vou dizer que o meu irmão era inocente, a gente dava conselho, pedia pra ele mudar de vida, mas é difícil sabe ? O tráfico de drogas seduz, é um dinheiro fácil.”

Mas de acordo com os policiais militares, a vítima tinha uma ficha criminal extensa, apesar da pouca idade. 3 passagens por tráfico de drogas e uma por roubo foram encontradas no nome de Leonadson.

Policiais civis da Delegacia especializada em homicídios e Sequestros (DEHS) colheram informações sobre a execução. Eles vão investigar para identificar os atiradores e descobrir a real motivação do crime. O departamento de Polícia técnico científica periciou o corpo e constatou a morte por 14 tiros de pistola, calibre 380.O Instituto médico legal foi acionado e fez a remoção do corpo.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Prefeitura se une ao Exército para realizar operação no Puraquequara

A Prefeitura de Manaus, em parceria com o Exército brasileiro, realizou na manhã desta sex…