Home Notícias Polícia Jovem grávida que estava desaparecida é achada morta e sem o bebê

Jovem grávida que estava desaparecida é achada morta e sem o bebê

3 min - tempo de leitura
2,054

A Polícia Militar (PM) localizou, na manhã desta sexta-feira (28), o corpo de Flavia Godinho Mafra, em Canelinha. As primeiras informações eram de São João Batista, depois foram atualizadas pela PM. A jovem, que estava grávida de 36 semanas, desapareceu na quinta-feira (27) e foi vista pela última vez em Canelinha.

Segundo informações da PM, duas pessoas foram detidas até o momento, suspeitas de ter assassinado a jovem e levado a bebê dela. A recém-nascida está internada no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis.

 

Duas pessoas foram detidas até o momento, e são suspeitas de ter assassinado Flavia Godinho Mafra e levado o bebê dela – Foto: Reprodução internet

 

Entenda o caso

Na manhã desta sexta, a cunhada da vítima, Dani Mafra, compartilhou no Facebook uma postagem que repassou informações sobre o desaparecimento.

Segundo a familiar, uma amiga de Flávia, deixou a vítima em uma ponte que liga os bairros Galera e Papagaios, em Canelinha. De lá, Flávia pegou carona com outra colega, chamada Suzana.

A cunhada diz que a família não conhecia a amiga citada acima. Suzana teria levado Flávia a um chá de bebê surpresa feito para ela, em São João Batista.

Flávia estava casada há um ano, e gestava a primeira filha do casal. Segundo a cunhada, a vítima era filha única e muito apegada aos pais.

Na manhã desta sexta, a cunhada da vítima, Dani Mafra, compartilhou no Facebook uma postagem que repassou informações sobre o desaparecimento.

 

O relato sobre o crime

Segundo informações da PM, a suposta “amiga” matou Flavia e realizou o parto da bebê. Com o auxílio de um estilete, a mulher fez o corte na barriga e retirou a recém-nascida.

O parto amador machucou a menina e causou cortes no corpo. Segundo a PM, a suspeita do homicídio levou a bebê ao Hospital de Canelinha, e se passou por mãe da criança. No local, o falso pai também foi preso pelos policiais.

Agora a recém-nascida está internada no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, e recebe os devidos cuidados médicos.

A Secretaria de Saúde do Estado é responsável pela administração do hospital. A assessoria informou que não repassa informações sobre o quadro clínico dos pacientes.

Nesta tarde haverá uma coletiva de imprensa na cidade de Tijucas, para repassar todos os dados do crime.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Apaixonada pela madrasta, filha de 13 anos mata o próprio pai

Uma adolescente de 13 anos foi apreendida em flagrante, neste domingo (29), suspeita matar…