Jovem morre ao cair no fosso do elevador em Manaus e família suspeita que ela tenha sido jogada

409

No último sábado (1), familiares de Erima Brito Tavares,26, receberam a informação trágica de que ela acabara de cair no fosso do elevador, de um prédio localizado na rua Belo Horizonte, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus. 

No edifício, onde funciona um curso preparatório, a vítima trabalhava há mais de dois anos.

Momentos antes do acidente, ela foi vista no 7º andar acompanhada de duas mulheres e um homem que seriam funcionários do local, o quarteto teria saído para beber e retornou ao prédio, onde Erima morreu minutos depois.

A suspeita de que ela tenha sido empurrada surgiu após a polícia não encontrar o celular da mulher e uma rede social dela ter sido desativada. O marido da vítima, Éverton Silva, não acredita que ela tenha caído no fosso do elevador.

Segundo Éverton, ela não consumia bebida alcoólica e era atenta aos detalhes, não se descuidaria a ponto de cair de um elevador da forma que alegam que aconteceu. Ele e a família aguardam o laudo da perícia para saber se de fato foi um acidente ou um crime.

O caso foi registrado no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Comentários