Justiça concede prisão domiciliar ao ex-governador José Melo e ex-Primeira-Dama

483

Nesta terça-feira (17/4) o Tribunal Regional Federal da 1a. Região deferiu parcialmente o Habeas Corpus em favor do ex-governador José Melo e da ex-primeira dama, Edilene Melo, presos no dia 26 de dezembro de 2017.

José Melo e a esposa Edilene Gomes / Foto: Alfredo Fernandes
José Melo e a esposa Edilene Gomes / Foto: Alfredo Fernandes

De acordo com informções, a suposta depressão de José Melo e a perda de peso da esposa, que teria perdido 32 kg, foram argumentos usados pela defesa para o pedido de prisão domiciliar humanitária.

José Melo e Edilene Melo deverão deixar a prisão ainda nesta terça-feira (17/4). O habeas corpus pode ser estendido aos ex-secretários Afonso Lobo, Pedro Elias e Evandro Melo.

Comentários