Home Entretenimento Curiosidades Laboratório está pagando R$ 21 mil reais para quem se voluntariar a pegar Coronavírus

Laboratório está pagando R$ 21 mil reais para quem se voluntariar a pegar Coronavírus

3 min - tempo de leitura
624

O laboratório Queen Mary Bio Enterprises Innovation Center, de Londres, Inglaterra, está oferecendo 3.500 libras, algo em torno de R$ 21 mil, para o voluntário que aceitar ser contaminado pelo vírus do Covid-19, a fim de testar vacinas que possam trazer resultados positivos para uma futura cura definitiva. Segundo reportagem do The Times publicada nesta semana, o centro de tratamentos está procurando 24 voluntários que estejam dispostos à sofrer a injeção de uma pequena quantidade de coronavírus.

Em informação repassada pela equipe médica do centro, as pessoas que estarão sujeitas à bateria de testes receberão duas doses pouco agressivas do vírus, antes de passar cerca de duas semanas em quarentena para a observação das principais respostas da vacina, com a expectativa de que possam surgir casos de alguns sintomas respiratórios entre os pacientes. “Se funcionar em nosso pequeno vírus, é muito provável que vá funcionar no mundo real”, afirma o Professor John Oxford, virologista da Queen Mary University, em Londres.

Porém, antes mesmo de serem iniciados os testes, os voluntários passarão por etapas de entrevistas e análises, que buscarão documentar seus históricos médicos através de observação sanguínea, de urina e do aparelho cardíaco. Além disso, os postulantes a pacientes não deverão ter desenvolvido quaisquer tipos de anticorpos contra o coronavírus, para reafirmar a condição de uma fabricação de uma vacina “natural” sem influência de organismos internos nos corpos. “Na realidade, todos nós já fomos expostos a muitos coronavírus, o que significa que podemos ter algum tipo de imunidade dormente no organismo”, esclarece Andrew Catchpole, diretor da Hvivo, companhia que executará a quarentena.

O laboratório, que se destaca por ser mais um da frente de combate ao coronavírus, pandemia que já matou mais de 4.000 pessoas ao redor do planeta e já infectou mais de 110 mil vítimas, busca, nessa iniciativa, desenvolver uma vacina já para ser utilizada no próximo inverno, a fim de proteger a população mais idosa e os que apresentam problemas de saúde.

Atualmente, o centro laboratorial aguarda a aprovação Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido para dar continuidade aos testes experimentais e poder apresentar os resultados de mais de 46 milhões de libras investidas para a cura do coronavírus.

(Fonte: Getty Images/Reprodução)
(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Fonte : Mega Curioso

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Curiosidades

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…