Lego Arena da Amazônia

2717

Muitas críticas e muitos elogios para a Arena da Amazônia durante a sua noite de debutante. Todos os ingressos vendidos e um excelente jogo entre Nacional x Remo.

Entre os acontecimentos da noite, sem dúvida, a desse torcedor exaltado levantou o questionamento : Como a Arena pode ser tão frágil e insegura?

O rapaz simplesmente desmontou o corrimão e nos mostrou como a Arena parece um Lego.

Loading...

Aquela velha história… “Alguém poderia fazer, só estou fazendo pra mostrar a fragilidade, não que eu seja um marginal ou um vândalo…”

Abaixo segue a reportagem do D24AM

Um torcedor que estava no setor A das arquibancadas da Arena da Amazônia, arrancou duas barras de ferro que serviam como corrimão nas escadas de acesso às cadeiras Foto: Bruno Tadeu
Um torcedor que estava no setor A das arquibancadas da Arena da Amazônia, arrancou duas barras de ferro que serviam como corrimão nas escadas de acesso às cadeiras Foto: Bruno Tadeu

Manaus – Um torcedor, não identificado, que estava no setor A das arquibancadas da Arena da Amazônia, arrancou duas barras de ferro que serviam como corrimão nas escadas de acesso às cadeiras.

Bastante exaltado, o homem protestava por conta da má qualidade na execução dos serviços na Arena da Amazônia. Ele tirou as barras de ferro com muita facilidade e protestou em voz alta, durante a partida. “Esse é o nosso dinheiro. Isso aqui vira uma arma na mão de alguém. Se a gente não contestar, ficar calado, a gente vira cúmplice”, gritou ele, que não quis dar entrevista.

De acordo com testemunhas, o homem chegou a jogar a barra de ferro no gramado durante o segundo gol do Nacional.

Um grupo de aproximadamente cinco policiais foi conversar com o torcedor para tentar acalmá-lo. A conversa foi exaltada, mas a situação foi controlada e ele continuou em seu local.

Comentários

comentários

COMPARTILHAR
AnteriorApós chuva em Manaus, jacaré é capturado
PróximoA Selfie do Oscar era uma farsa
Divulgamos em nosso site conteúdos ricos de textos, fotos e vídeos sobre temas amazônicos, nossas belezas naturais, nossa cultura ribeirinha, às vezes notícias frutos de estudos e artigos científicos, além dos já conhecidos assuntos meramente cômicos, notícias, fotos, tirinhas, passatempos e vídeos engraçados; sempre com uma linguagem bem humorada – como pensamos que deve ser o verdadeiro entretenimento.