“Lobisomem Gay” pega bandidos que roubaram sua casa e os estupram por 5 dias

Uma história polêmica tomou conta do mundo nas últimas semanas novamente, trata-se da conhecida história dos assaltantes que tiveram a péssima ideia de roubar a casa de um estuprador de gays conhecido como “Lobisomem”. De acordo com o tablóide inglês The Sun, o caso teria ocorrido na  Flórida, Estados Unidos. 

Garfield Morgan, de 54 anos, e Kim Gorton, 36, já haviam roubado inúmeras casas na vida até tentar entrar na residência de Harry Harrington. Com quase 2,5 metros de altura e 150 quilos, Harrington, também conhecido como The Wolfman (O Lobisomem), tem diversas passagens pela polícia por agressões e abusos sexuais. Detalhe: as vítimas de Harry são todos homens.

The Wolfman, agora conhecido como ‘O Lobisomem Gay’ dominou os assaltantes facilmente, os amarrou e os manteve em cativeiro por cinco dias. Durante todo esse tempo, ele os agrediu e os estuprou.

De tanto os dois homens gritarem, um vizinho chamou a polícia. “Eles quebraram a minha porta da frente, então eu quebrei as suas portas de trás”, teria dito The Wolfman aos policiais, se referindo ao traseiro dos criminosos.

Os dois homens estavam totalmente traumatizados e cheios de dores. “A provação pela qual estes dois homens passaram é inimaginável, eles estavam com os olhos distantes, pareciam bem traumatizados”, disse um dos vizinhos que testemunhou o resgate dos ladrões.

Ainda não se sabe se eles vão prosseguir ou não com uma acusação formal contra Harry Harrungton, apesar deste também ter sido detido. Apesar de parecer claramente exagerado que o roubo a uma casa possa servir de justificação para ser “abusado” durante 5 dias por um homem apelidado de “lobisomen”, muitas pessoas que comentaram a notícia acreditam que estes dois ladrões tiveram o que mereciam.

Acha que eles tiveram o que mereciam? Ou acha que a “pena” foi exagerada?

De acordo com o site brasileiro e-farsas, a notícia é falsa e surgiu em um tabloide sensacionalista e humorístico inglês!

Comentários