Mãe nega venda da sua própria filha na OLX

78

An√ļncio de Venda

A Pol√≠cia Civil ir√° instaurar um inqu√©rito para apurar o caso de um an√ļncio em um site de vendas OLX que oferecia como venda uma crian√ßa rec√©m-nascida. Neste domingo (6), a m√£e da menina, uma dona de casa de 24 anos, registou um Boletim de Ocorr√™ncia (BO) por cal√ļnia no 6¬ļ Distrito Integrado de Pol√≠cia (DIP) onde alegou inoc√™ncia e afirmou que uma outra pessoa colocou seus dados no site tentando incrimin√°-la.

O fato ocorreu na madrugada desse domingo (6), quando as imagens do an√ļncio viralizaram na internet, junto com o n√ļmero de contato da dona de casa e seu nome completo.

Segundo o delegado plantonista do 6¬ļ DIP, Gerson Oliveira, a m√£e da crian√ßa foi at√© a delegacia informando que teve a sua conta invadida, e que parentes enviaram para ela as imagens de sua filha junto com o an√ļncio no site.

‚ÄúEla afirmou que a foto e o telefone que estavam sendo divulgados eram dela, mas que nunca cometeria esse tipo de crime. Logo depois, ela retornou √† delegacia para dizer que v√°rias pessoas estavam ligando para ela a amea√ßando de morte por conta do an√ļncio‚ÄĚ, disse.

Ainda segundo o delegado, a m√£e da menina contou que criou uma conta no site h√° alguns meses para vender cosm√©ticos, e que n√£o tem ideia quem teria feito um an√ļncio desse tipo com as imagens da filha dela.

‚ÄúAt√© o momento estamos tratando ela como inocente, pelo crime de cal√ļnia. Uma audi√™ncia foi marcada para semana que vem e como se trata de um crime cibern√©tico, os procedimentos ser√£o repassados para delegacia a interativa‚ÄĚ, afirmou Oliveira.

Conforme a delegada plantonista da Delegacia Especializada em¬†Prote√ß√£o √† Crian√ßa e ao Adolescente (Depca), Laura C√Ęmara, um inqu√©rito policial foi instaurado para apurar o crime.

Fonte: http://migre.me/skAHl

Coment√°rios