Mãe nega venda da sua própria filha na OLX

46

Anúncio de Venda

A Polícia Civil irá instaurar um inquérito para apurar o caso de um anúncio em um site de vendas OLX que oferecia como venda uma criança recém-nascida. Neste domingo (6), a mãe da menina, uma dona de casa de 24 anos, registou um Boletim de Ocorrência (BO) por calúnia no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde alegou inocência e afirmou que uma outra pessoa colocou seus dados no site tentando incriminá-la.

O fato ocorreu na madrugada desse domingo (6), quando as imagens do anúncio viralizaram na internet, junto com o número de contato da dona de casa e seu nome completo.

Segundo o delegado plantonista do 6º DIP, Gerson Oliveira, a mãe da criança foi até a delegacia informando que teve a sua conta invadida, e que parentes enviaram para ela as imagens de sua filha junto com o anúncio no site.

Loading...

“Ela afirmou que a foto e o telefone que estavam sendo divulgados eram dela, mas que nunca cometeria esse tipo de crime. Logo depois, ela retornou à delegacia para dizer que várias pessoas estavam ligando para ela a ameaçando de morte por conta do anúncio”, disse.

Ainda segundo o delegado, a mãe da menina contou que criou uma conta no site há alguns meses para vender cosméticos, e que não tem ideia quem teria feito um anúncio desse tipo com as imagens da filha dela.

“Até o momento estamos tratando ela como inocente, pelo crime de calúnia. Uma audiência foi marcada para semana que vem e como se trata de um crime cibernético, os procedimentos serão repassados para delegacia a interativa”, afirmou Oliveira.

Conforme a delegada plantonista da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Laura Câmara, um inquérito policial foi instaurado para apurar o crime.

Fonte: http://migre.me/skAHl

Comentários

comentários