Home Notícias Amazonas Manaus é escolhida para sediar a próxima edição do Fórum Global dos Governadores para Climas e Floresta, em 2020

Manaus é escolhida para sediar a próxima edição do Fórum Global dos Governadores para Climas e Floresta, em 2020

5 min - tempo de leitura
43

Manaus foi escolhida por unanimidade para sediar a próxima edição do Fórum Global dos Governadores para Climas e Floresta (GCF-sigla em inglês), em 2020. A escolha aconteceu, nesta quinta-feira (02), em Florência, capital do departamento de Caquetá, na Colômbia, onde ocorre a edição deste ano do fórum. O governador do Amazonas, Wilson Lima, que representa a delegação brasileira nos debates, comemorou a escolha.

Foto: Diego Peres/SECOM
Foto: Diego Peres/SECOM

“Nós vamos ter a honra de recebê-los e discutirmos ações que conservem a floresta, ao mesmo tempo em que promovam o desenvolvimento econômico e social. Isso reforça o protagonismo do Amazonas em agendas do desenvolvimento sustentável na Amazônia e no mundo”, destacou Wilson Lima.

Manaus concorreu com San Martín, no Peru, e Cross River, na Nigéria, que retirou sua candidatura em apoio a capital do Amazonas. Países como México, além de estados brasileiros que compõem o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, também defenderam a escolha de Manaus.

“Nós temos uma responsabilidade muito grande pela frente, que é garantir a conservação de uma extensa área de floresta. No caso do Estado do Amazonas nós temos a maior área de floresta contínua do planeta. Em segundo lugar vem o país do Congo. Temos muitos recursos hídricos, muitos recursos naturais, biodiversidade. Mas, apesar de toda a riqueza, ainda enfrentamentos desafios muito grandes. Desafios de garantir desenvolvimento econômico e social para o nosso povo”, afirmou o governador do Amazonas.

Para o secretário de Estado de Meio Ambiente (Sema), Eduardo Taveira, que também participa do evento na Colômbia, a escolha de Manaus ganha relevância no contexto global das discussões ambientais. “A escolha de Manaus é importante por dois motivos: primeiro, destaca a importância do Amazonas como a área que tem a maior reserva natural de floresta conservada; segundo, coincide com o tema que está sendo levantado aqui: como transformar toda essa riqueza em melhoria da qualidade de vida da população da nossa região?”, explica Taveira.

“É um tema comum a todos os países que têm essa riqueza de biodiversidade e o Estado do Amazonas tem liderado essas discussões. Há muita similaridade de problemas e soluções em estados como o Amazonas, que tem potencial, mas não sabe como transformá-lo em realidade. Além disso, o GCF tem se consolidado cada vez mais como uma instância importante das discussões sobre floresta”, destacou o secretário da Sema. “Pelo momento que a gente está atravessando nessas questões relacionadas a aumento de desmatamento e conservação, todos os estados do mundo perceberam a importância que seria o GCF ser realizado no Amazonas”.

Fórum
O Fórum Global dos Governadores para Climas e Floresta reúne 38 governadores de estados e províncias de 10 países que possuem área florestal. São eles: Brasil, Colômbia, Costa do Marfim, Equador, Espanha, Estados Unidos, Indonésia, México, Nigéria e Peru. Ele foi criado em 2008 para cooperação em inúmeros assuntos relacionados à política climática, financiamento, troca de tecnologia e pesquisa.

Nos três primeiros dias de evento, o secretário da Sema, Eduardo Taveira, participou das reuniões de grupos de trabalho e da discussão de oportunidades de negócios para o desenvolvimento sustentável. As discussões são mediadas pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), da Organização das Nações Unidas (ONU).

*Com informações de assessoria

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Nickson Maciel
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Alunos nordestinos fazem saudação nazista em sala de aula e são suspensos pela direção

Um grupo de adolescentes de 17 anos  do Colégio Santa Maria, um dos mais tradicionais da r…