Marronzinho – Otoridade sádica

4620

Foi uma questão de apenas 10 minutinhos! Quando saí do banco, um guarda já estava preenchendo uma multa por estacionamento indevido em frente a um ponto de ônibus.

Rapidamente, me aproximei e lhe disse:
– Vamos lá, seu guarda, eu não demorei mais que dez minutos! Deus irá recompensá-lo se tiver um pequeno gesto de consideração com um trabalhador pai de família.

Ele me ignorou completamente e continuou a preencher o formulário. A verdade é que me impacientei um pouco e lhe disse que deveria ter vergonha pela desconsideração. Ele me olhou friamente e, sem titubear, começou a preencher outra infração.

Então eu levantei a voz para lhe dizer que já tinha percebido que estava lidando com um cara insensível, arrogante, prepotente e que eu nem compreendia como é que ele tinha sido admitido para trabalhar no trânsito. Ele terminou a segunda infração, colocando-a no para-brisa, e começou a preencher uma terceira infração.

Eu já estava argumentando há mais de 20 minutos, chamando-o de tudo, e xingando de babaca a escroto. Ele, a cada insulto, respondia que era uma nova infração minha e, consequentemente, preenchia mais uma multa, acompanhada de um sorriso que refletia sua inteira satisfação de “otoridade sádica”

Depois da décima infração o meu ônibus finalmente chegou e eu tive que ir embora. Ainda deu pra ver a cara do guarda antes de sair mas não tenho a menor ideia do que ele fez com aquela papelada toda.

Marronzinho - Otoridade sádica
Marronzinho – Otoridade sádica

Comentários

comentários

Loading...