Home Notícias Polícia Menino de 13 anos vai de Codajás a Manacapuru em uma canoa sem remo, para fugir de abusos

Menino de 13 anos vai de Codajás a Manacapuru em uma canoa sem remo, para fugir de abusos

3 min - tempo de leitura
3,220

Um menino de 13 anos fugiu da casa onde morava, no município de Codajás, distante 240km de Manaus, para o município de Manacapuru, distante 68km  da capital, e passou três dias em uma canoa sem remo no rio Solimões. O menino estava fugindo de abusos do pai e passou três dias viajando sozinho, numa canoa, para chegar até à casa dos avós.

Menino de 13 anos vai de Codajás a Manacapuru em uma canoa – Imagem: Reprodução

De acordo o Conselho Tutelar de Manacapuru, a mãe da criança teria feito a denúncia, a mesma mora em São Paulo e informou que o garoto teria fugido de Codajás em uma canoa, e ela não tinha conhecimento se o menor já sabia nadar.

Já em Manacapuru, o menino relatou a uma emissora de TV local, os abusos que sofria e mostrou as marcas no corpo de jornadas pesadas de trabalho. O garoto relatou também que momentos antes de fugir tinha apanhado do pai com um pedaço de madeira.

O adolescente decidiu fugir na canoa, mesmo sem remo. Ao longo dos três dias de viagem o menino não se alimentou de nada, também não chegou a dormir. Somente quando estava próximo a cidade de Manacapuru o menor conseguiu uma carona, que rebocou a canoa até a margem. O garoto será acolhido por uma rede de proteção em Manacapuru, irá passar por acompanhamento psicossocial.

Mediante as denúncias, os quatro irmãos do adolescente, com idades: três, cinco, sete e dez anos, que também estavam com o pai, foram resgatados por conselheiros tutelares de Codajás.  Os mesmos se encontravam em situação de abandono e vulnerabilidade.

Conforme informações do Conselho Tutelar de Codajás, as crianças moravam em um flutuante de difícil acesso e estavam completamente abandonadas. No momento em que as equipes chegaram, um dos irmãos do adolescente, uma criança de apenas 10 anos de idade, estava tratando peixe para cozinhar para os próprios irmãos.

Informações preliminares dão conta que o pai das crianças já está preso e respondendo pelos crimes de abandono de incapaz e maus-tratos.

Menino de 13 anos vai de Codajás a Manacapuru em uma canoa – Imagem: Divulgação

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Temas relativos à Saúde e à Educação dominam os debates na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (24)

A falta de unidades de atendimento do plano de saúde Hapvida no interior, emedas impositiv…