Mestre de capoeira é morto com 12 facadas após dizer que votou em Haddad

764

O mestre de capoeira e compositor Romualdo Rosário da Costa, 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, foi morto com 12 facadas nas costas na madrugada desta segunda-feira (8/10) dentro de um estabelecimento comercial, em Salvador, após dizer que tinha votado no candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad.

Mestre de capoeira é morto com 12 facadas após dizer que votou em Haddad - Imagem: Divulgação
Mestre de capoeira é morto com 12 facadas após dizer que votou em Haddad РImagem: Divulgação

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Seguran√ßa P√ļblica do Estado da Bahia (SSP-BA), o autor do crime, teria se irritado depois que a v√≠tima declarou o voto no candidato do PT. Aos gritos de apoio a Jair Bolsonaro (PSL) o acusado desferiu as 12 facadas nas costas de Moa, que n√£o resistiu aos ferimentos e faleceu.

Um amigo do mestre de capoeira tentou defend√™-lo do ataque, mas acabou sendo ferido. De acordo com as primeiras informa√ß√Ķes, o agressor e a v√≠tima n√£o se conheciam antes do fato.

Nas redes sociais, amigos e parentes lamentaram a violenta morte de Moa do Katende. Um dos posts diz que “guerrido defensor da cultura e do povo negro, sempre a frente pela qualidade de vida da popula√ß√£o mais pobre e desfavorecida far√° muita falta”.

“Meus sentimentos √† fam√≠lia desse grande Baluarte da Capoeira! Adeus, Mestre Moa Do Katende! A Capoeira est√° de luto!!”, escreveu outra pessoa.

Coment√°rios