Jornal “A Not√≠cia” sobre a morte de “Caco”, o grande astro da nossa nata√ß√£o

100

Um dos atletas mais importantes da nossa cidade do √ļltimo s√©culo, tem pouquissimo conte√ļdo na internet. Ent√£o, juntamente com meu amigo Edlucio Castro, resolvemos reavivar a mem√≥ria do Kako Caminha, atleta que √© homenageado com o nome de uma importante rua de Manaus. Para tal,conseguimos recorte do jornal “A not√≠cia” de novembro de 1983 que destaca a morte do grande astro da nata√ß√£o amazonense. Confira

Atleta Caco Caminha no início da carreira, o segundo da fila / Foto : Coleção Edlucio De Castro Alves

Nos meios esportivos, onde fez muitas amizades, colecionando medalhas, Paulo Roberto de Aguiar Caminha, 26 anos, acad√™mico de Direito, noivo com casamento previsto para o pr√≥ximo ano, deixou saudades ao morrer ontem. Para os amigos, Paulo Roberto era o “Caco” corajoso, decidido, atleta de not√°vel condicionamento f√≠sico, que conseguiu marcante passagem pela nata√ß√£o e pelo p√≥lo-aqu√°tico.¬†

Ap√≥s integrar a sele√ß√£o brasileira de p√≥lo, onde destacou-se como figura de realce, “Caco”, de tantos triunfos, tamb√©m na nata√ß√£o, decidiu oferecer a sua colabora√ß√£o ao Rio Negro e ao Ol√≠mpico na condi√ß√£o de dirigente. Recentemente, ao sair de Manaus acompanhando a atleta Carla Celene, a √ļnica amazonense a se classificar como finalista do I Circuito Sul-Am√©rica de Nata√ß√£o, foi v√≠tima da fatalidade. Morreu ontem em consequ√™ncia de grave infec√ß√£o intestinal, ap√≥s comer um sandu√≠che, numa lanchonete no Maracanazinho, no Rio.

Ultimamente , apesar de haver anunciado a sua intenção de se afastar, ainda continuava colaborando com o departamento de natação do Olímpico Clube.

Coment√°rios