Jornal “A Notícia” sobre a morte de “Caco”, o grande astro da nossa natação

111

Um dos atletas mais importantes da nossa cidade do último século, tem pouquissimo conteúdo na internet. Então, juntamente com meu amigo Edlucio Castro, resolvemos reavivar a memória do Kako Caminha, atleta que é homenageado com o nome de uma importante rua de Manaus. Para tal,conseguimos recorte do jornal “A notícia” de novembro de 1983 que destaca a morte do grande astro da natação amazonense. Confira

Atleta Caco Caminha no início da carreira, o segundo da fila / Foto : Coleção Edlucio De Castro Alves

Nos meios esportivos, onde fez muitas amizades, colecionando medalhas, Paulo Roberto de Aguiar Caminha, 26 anos, acadêmico de Direito, noivo com casamento previsto para o próximo ano, deixou saudades ao morrer ontem. Para os amigos, Paulo Roberto era o “Caco” corajoso, decidido, atleta de notável condicionamento físico, que conseguiu marcante passagem pela natação e pelo pólo-aquático. 

Após integrar a seleção brasileira de pólo, onde destacou-se como figura de realce, “Caco”, de tantos triunfos, também na natação, decidiu oferecer a sua colaboração ao Rio Negro e ao Olímpico na condição de dirigente. Recentemente, ao sair de Manaus acompanhando a atleta Carla Celene, a única amazonense a se classificar como finalista do I Circuito Sul-América de Natação, foi vítima da fatalidade. Morreu ontem em consequência de grave infecção intestinal, após comer um sanduíche, numa lanchonete no Maracanazinho, no Rio.

Ultimamente , apesar de haver anunciado a sua intenção de se afastar, ainda continuava colaborando com o departamento de natação do Olímpico Clube.

Comentários

Receba nossas atualizações em seu e-mail: