Morre Dad√°: Figura ilustre do Centro de Manaus

1150

Na manhã deste domingo (03/6) a notícia da morte de Dadá, tomou conta das redes sociais. Muitos internautas lamentavam a morte da artista que não possuia os braços e pernas e usava a boca para pintar os quadros.

Maria das Dores Santana, tinha 62 anos e era muito conhecida na capital amazonense, ela vendia as obras que confeccionava na igreja de Nossa Senhora de Aparecida ou nas principais avenidas do Centro de Manaus.

Morre Dadá: Figura ilustre do Centro de Manaus - Imagem: Reprodução Facebook
Morre Dadá: Figura ilustre do Centro de Manaus РImagem: Reprodução Facebook

Dona Dadá era muito querida por feirantes, comerciantes, ambulantes, moradores e frequentadores da área central da capital amazonense.

De acordo com informa√ß√Ķes preliminares, Dad√° deu entrada no Hospital Pronto Socorro 28 de Agosto¬†na tarde de s√°bado, (02/6) com uma pneumonia aguda. Horas depois a artista n√£o teria resistido a uma parada card√≠aca.

Dadá nasceu em Milagres, no Maranhão e vivia em Manaus da renda de uma aposentadoria e da venda dos quadros que desenhava com a boca utilizando um lápis. Ela deixa um filho de 40 anos, que não foi localizado até o momento.

A sobrinha da artista, Suzene Santana, que mora em Brasília, lamentou a morte de Dadá nas redes sociais e alegou ter conhecimento a pouco tempo do paradeiro da tia, que passou mais de 30 anos sem manter contato com a família.

O corpo de Dadá ainda aguarda liberação no Instituto Médico Legal (IML) por falta de documentação.

Coment√°rios