Morre em Manaus Walter Nonato, o Professor do Sopão

754

Nos anos 1980-1990, o “Sopão do professor”, cujo o proprietário era Walter Nonato, era o local favorito para se “curar a ressaca”, tornando-se “parada obrigatória” depois das festas.

Na ultima terça-feira (17), morreu aos 80 anos Walter Nonato, conhecido como o homem que lançou o “Sopão do Professor”. A causa da morte ainda não foi publicada. Durante 50 anos o ele serviu sopa de qualidade em uma casa na  Av. Constantino Nery.

Quando completou 76 anos, o ”professor do Sopão” passou a administrar o negócio de casa, passando a tarefa a para os filhos e netos. Nos sabores “Mocotó, carne e mista”, a sopa até hoje é vendida a preços acessíveis, podendo ser adquirida na tigela, no prato simples ou no prato fundo.

O Sopão do Professor foi aberto em 1964 e ficou tão famoso que alguns governadores, como Gilberto Mestrinho, Amazonino e o prefeito Manoel Ribeiro chegaram a adotar a sopa como programa social.

“Homem guerreiro, batalhador, íntegro, que gostava de conversar, sorrir, sempre que eu ia visita-lo, passávamos horas conversando, tomando café, aprendi muito com ele, mas a vida é assim mesmo, quando Deus chama ninguém pode impedir”, disse um de seus amigos em rede social.

IMAGEM: DIVULGAÇÃO
IMAGEM: DIVULGAÇÃO

Fonte: Mário Adolfo

Comentários