Morre médico psiquiatra Rogélio Casado que lutou por cidadania dos portadores de doenças mentais

7

Nesta terça-feira (17/05), morreu o médico psiquiatra Rogélio Casado Marinho Filho, 63, conhecido por suas muitas lutas em defesa os direitos de cidadania dos portadores de doenças mentais. A causa da morte ainda não foi confirmada.
Rogélio, era amante da arte, e tinha um gosto muito especial pela fotografia, que usava como um de seus instrumentos de trabalho. O médico gostava de carnaval e era um frequentador assíduo da Banda Independente da Confraria do Armando (Bica).

Casado era um dos fundadores da Associação dos Amigos de Manaus (Amana), onde expressava seu respeito à cidade que amava.

Rogélio Casado também foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) no Amazonas, além de ter escrito vários artigos e atuado como blogueiro e ativista político.

O médico deixou seu legado na Luta Antimanicomia que junto com outros ativistas, nos anos 80, denunciou a violência com que eram tratados os usuários do Hospital Colônia Eduardo Ribeiro, na qual ele próprio ajudou a implementar no Estado a Reforma Psiquiátrica.

Descanse em paz

Morre médico psiquiatra Rogélio Casado que lutou por cidadania dos portadores de doenças mentais
Morre médico psiquiatra Rogélio Casado que lutou por cidadania dos portadores de doenças mentais

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

COMPARTILHAR

Comentários