Inicial Notícias Polícia Morre recém-nascida abandonada em telhado de casa, na zona Centro-Oeste

Morre recém-nascida abandonada em telhado de casa, na zona Centro-Oeste

Faleceu nesta segunda-feira (1/6) a recém-nascida que foi encontrada em cima de um telhado no bairro Alvorada II, no último dia 26 de maio. A bebê estava internada na Maternidade do bairro Alvorada 1 desde o resgate feito por policiais da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

A recém-nascida de 7 meses tinha sido abandonada pela mãe, Adriana da Lima, de 23 anos, quatro horas após o nascimento, ainda com o cordão umbilical, no telhado da casa vizinha e de acordo com informações dos policiais, a criança estava desidratada e chorava muito.

Adriana, foi autuada em flagrante por tentativa de aborto e homicídio e está presa no Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF). Segundo o advogado de Adriana, Wagner Amâncio, a mãe estava com depressão pós-parto, e, estava num estado puerperal.

O infanticídio é assim nomeado por se tratar de um delito onde a própria mãe tira a vida do filho durante o puerpério ou estado puerperal, estando com sua capacidade mental alterada devido ao parto. O estado puerperal é considerado pela literatura um estado mental alterado, muitas vezes causador de uma psicose, que envolve vários tipos de delírios culminando na incapacidade de responder pelos próprios atos.

A legislação está diretamente ligada a esse assunto por ser esta a responsável por penalizar a mãe que cometeu o crime. Nessas circunstâncias atua de maneira particular em relação ao infanticídio, havendo redução da pena se a mãe for julgada incapaz de responder pelos seus atos.

Mãe suspeita de abandonar recém-nascida em telhado é presa em Manaus – Imagem: Divulgação

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta