Home Notícias Polícia Mulher aceita carona na saída de bar e acaba sendo estuprada

Mulher aceita carona na saída de bar e acaba sendo estuprada

3 min - tempo de leitura
264

Uma mulher de 32 anos foi estuprada por um rapaz chamado Fábio após aceitar uma carona. O caso ocorreu por volta das 3h de domingo (13), no bairro Jardim Paula I, em Várzea Grande.

Durante a violência sexual, o agressor, mandava a vítima gritar. Depois do crime, o bandido fugiu.

Segundo boletim de ocorrência, a vítima relatou que estava no Bar Avião, localizado no bairro Ipase, e lá ingeriu bebida alcoólica com uma amiga. Lá, combinou de ir para outro bar com outras pessoas que estavam no estabelecimento.

Ao deixar o estabelecimento, a vítima estava andando por uma rua quando foi abordada por um homem em uma caminhonete D20. Ao se aproximar da mulher, o estuprador disse: “Oi. Lembra de mim? Sou eu, Fábio”.

Depois de se apresentar, o homem perguntou para onde a vítima estava indo e ela informou que ia para o bar do Tião. Logo depois, o criminoso disse: “então entra, eu também vou para lá”. A mulher aceitou o convite e entrou no veículo.

No percurso, o agressor perguntou se a vítima tinha cigarro e ela respondeu que não. Diante disso, o homem disse que iria levá-la até um posto de combustível, localizado no bairro Jardim Glória.

Imediatamente, a vítima disse que não queira ir e pediu para que ele a deixasse no bar do Tião. O agressor, em um primeiro momento, acatou o pedido da mulher, mas durante o trajeto o bandido ordenou: “fica quieta e faça tudo que eu mandar, porque se você não fizer te dou um tiro com a minha pistola”.

Logo depois, o homem puxou a vítima e a obrigou a praticar sexo oral e depois manteve conjunção carnal com ela. Durante as agressões, o bandido ordenou que a mesma gritasse.

Após o ato, a vítima fugiu pela mata e o criminoso foi atrás dela com uma chave roda, tentando agredi-la. Eles entraram em luta corporal, mas ela conseguiu se desvencilhar do homem.

Na sequência, ela viu três pessoas e pediu socorro. As testemunhas rapidamente chamaram uma equipe da Guarda Municipal que foi ao local. Os agentes encontraram a bolsa mulher, mas o celular dela ficou com o suspeito.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Governador do Pará oferece 30 leitos para pacientes do Amazonas com Covid-19

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou na noite desta quinta-feira (14) que…