Home Entretenimento Curiosidades Mulher resolve fazer uma faxina e encontra esqueleto do irmão desparecido há 5 anos

Mulher resolve fazer uma faxina e encontra esqueleto do irmão desparecido há 5 anos

2 min - tempo de leitura
787

 

O fato ocorreu na cidade de Kasugai, no Japão. Sumio Suenaga, 66 anos, estava desaparecido desde 2015.

A história acabou chocando a população por seus mistérios e incongruências.

O primeiro deles é que, mesmo com ele desaparecido desde 2015, os irmãos mais novos de Suenaga só notificaram seu sumiço à polícia um ano depois, quando não havia pistas de onde ele estaria.

O quarto onde o esqueleto foi encontrado ficou fechado por cinco anos. Até que, no último mês, a irmã mais nova do morto resolveu usar o comodo. Ao limpar o local, ela encontrou o corpo esquelético sem roupas.

Desesperada, a mulher ligou para polícia. “Encontrei algo que acredito serem ossos humanos”, informou. Ao chegar ao local, os policiais confirmaram que o esqueleto realmente era humano.

Embora não tenham sido inicialmente capazes de determinar a idade ou sexo do indivíduo, os investigadores pensaram na possibilidade de o corpo ser de Sumio, o que foi confirmado dias depois.

Mistérios de família

A casa da família Suenaga, da qual Sumio era o proprietário legal, não é considerada grande, mesmo para os padrões japoneses. É surpreendente pensar que os irmãos mais novos passaram anos tão próximos aos restos mortais do primogênito, que eles pensavam que estava desaparecido.

Outro detalhe intrigante é que quando os irmãos foram até a polícia para registrar o desaparecimento, um dos irmãos afirmou que Sumio não havia voltado para casa há cerca de um ano. Na queixa, eles explicam que viram o irmão saindo de casa e nunca mais o viram entrando de volta e isso era tudo que eles sabiam.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Curiosidades

Deixe uma resposta

Leia Também

No Amazonas, homem recebe pedrada na cabeça em convenção partidária e está em coma

Elisson Bebezão, 36, comerciante, morador do KM 03 da estrada AM 352, em Manacapuru, foi a…