Home Notícias Polícia Mulheres são presas após amarrarem crianças e saírem para passear na praia

Mulheres são presas após amarrarem crianças e saírem para passear na praia

1 min - tempo de leitura
85

Duas mulheres foram detidas na tarde da última sexta-feira (1), no litoral norte do Rio Grande do Sul, após denúncia feita à Brigada Militar. Banhistas em Cidreira (RS) relataram que elas haviam amarrado e deixado os filhos em cadeiras de praia, na beira do mar.

De acordo com a Brigada Militar, as duas mulheres, mãe e filha, informaram que amarraram as crianças para tomarem banho de mar e fazer compras. Elas foram detidas por maus-tratos.

Ao site Gauchazh, o coronel Marcel Vieira Nery, do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Litoral (CRPO Litoral), disse que a população se revoltou. “É uma situação inusitada, para não dizer outra coisa.”

As duas crianças, uma menina de 7 e um menino de 8 anos, teriam ficado presas por cerca de uma hora. “A menina estava chorando um pouco, meio assustada”, disse um banhista que presenciou tudo.

Segundo a Brigada Militar, a corda usada para amarrar os filhos eram semelhantes às que são usadas em varal de roupas.

As duas mulheres foram liberadas após o registro do boletim de ocorrência, e as crianças serão entregues ao Conselho Tutelar.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Governador do Pará oferece 30 leitos para pacientes do Amazonas com Covid-19

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou na noite desta quinta-feira (14) que…