Nem só de Boi-Bumbá vive Parintins, diz o chefe do departamento de calendário turístico da cidade

285

Em entrevista exclusiva ao portal do No Amazonas é Assim, o chefe do departamento de calendário turístico da cidade de Parintins, Inaldo Albuquerque, nos contou sobre o turismo na ilha Tupinambarana, além de revelar que é uma bobagem as pessoas acharem que Parintins vive só de boi-bumbá.

Parintins a capital mundial do Folclore / Divulgação
Parintins a capital mundial do Folclore / Divulgação

Redação: Como vocês analisam o Festival Folclórico de Parintins, sendo este o maior imã pra turistas?

Loading...

Inaldo : O prefeito – Frank Bi Garcia (PSDB)- desde que assumiu se preocupou muito em recuperar a cidade, pois encontrou-a sucateada. Então ele priorizou alguns serviços que foram essenciais para melhorar a cidade, como serviço de iluminação e adequação da malha viária que é essencial para o turismo. Além disso, tiveram também dois grandes desafios, que foi reabrir o Aeroporto e o Porto da cidade. Existia uma lei que proibia voos noturnos por conta da proximidade da lixeira da cidade, mas o prefeito conseguiu adequar a cidade e por tabela, conseguiu essa vitória pro povo parintinense.

Hoje, Parintins vive um novo tempo. Essa etapa que está acontecendo em Parintins, focaliza principalmente na temporada de navios que vai de junho a janeiro. E a questão de turismo de base comunitária que está sendo implantado na cidade também, então você pode esperar daqui mais um tempo, pois Parintins está se adequando.

Redação:  Muitas pessoas acreditam que Parintins é só boi-bumbá, o que mais o turista pode encontrar ao longo do ano na cidade ?

Inaldo: É uma bobagem achar que Parintins se resume ao festival dos bois bumbás, Parintins é uma cidade abençoada pelas belezas naturais e existem também grandes festas paralelas ao boi bumbá. Uma desass festas é a Festa de Nossa Senhora do Carmo, que é a segunda maior festa da região norte, além do tradicional Carnailha que atrai inúmeros turistas também.

E possivelmente, também deverá entrar nesse calendário, a Alvorada do boi Garantido.

Redação: Quem perdeu o Festival Folclórico e pretende visitar a Ilha no segundo semestre o que pode esperar da cidade?

Inaldo: O segundo semestre começa com a Festa de Nossa Senhora do Carmo no período de julho e a temporada de praias.

Redação: A cidade possui um calendário turístico?

Inaldo: Existe um calendário turístico, mas ele não estava sendo cumprido. O calendário possui todas as datas festivas de Parintins, desde as datas que envolvem as festas religiosas até as festas tradicionais da cidade, essas datas vão ser cumpridas rigorosamente.

Redação: Como vocês avaliam os 6 primeiros meses frente ao turismo?

Inaldo: Bem positivo, já realizamos grandes ações administrativas, para a preparação da cidade para os grandes eventos e recentemente tivemos um grande festival folclórico transmitido para todo o Brasil. Por isso, gostaria de aproveitar o espaço e convidar a todas as pessoas que queiram conhecer belezas naturais, um rico festival folclórico, uma cidade que tem uma população diferenciada, visitem Parintins.

Parintins não tem somente os 3 dias de festa, Parintins é festa o ano todo. Se você quer sossego, chegando no município você precisa pegar um barco para conhecer os lagos da região e comunidades adjacentes, além de ver um pôr do sol encantador, você irá se encantar com as belezas parintinenses.

 

Comentários

comentários