No Amazonas, concurso oferta de 1.418 vagas para Polícia Militar, Cívil, Bombeiros e Seap

154

Na última quarta-feira (16/5) foi publicado pelo Governo do Amazonas no Diário Oficial do Estado o quadro de cargos e vagas para os concursos públicos da área de Segurança Pública do Estado.

No total, serão ofertadas 1.418 vagas, distribuídas entre as Polícia Militar (661), Polícia Civil (424), Secretaria de administração Pública (108) e Corpo de Bombeiros (228). A previsão é de que o edital do certame seja publicado até junho deste ano.

No total, serão ofertadas 1.418 vagas, distribuídas entre as Polícia Militar (661), Polícia Civil (424), Secretaria de Administração Pública (108) e Corpo de Bombeiros (228) - Imagem: Divulgação
No total, serão ofertadas 1.418 vagas, distribuídas entre as Polícia Militar (661), Polícia Civil (424), Secretaria de Administração Pública (108) e Corpo de Bombeiros (228) – Imagem: Divulgação

De acordo com o quadro publicado no DOE serão disponibilizadas 641 vagas para Polícia Militar:

Polícia Civil, vagas:
– Delegado – 60
– Investigador – 200
– Escrivão – 98
– Perito criminal – 27
– Perito legista – 8
– Perito odontolegista – 3
– Auxiliar de perito – 16
– Padioleiro – 10

Bombeiros e Agentes Penitenciários

Já para Secretaria de Administração Penitenciária serão 108 vagas para Agente Penitenciário. Para o Corpo de Bombeiro deverão ser disponibilizadas cerca de 228 vagas, distribuídas  da seguinte forma:

Aluno Oficial BM: 30
Aluno Soldado BM: 198

Polícia Militar

Para a Polícia Militar, o Governo do Amazonas pretende ofertar cerca de 661 vagas, distribuídas em quatro áreas:

20 vagas para Oficial de Saúde – Aluno oficial de Saúde;
20 vagas para Cabo Especialista de Música – Aluno Cabo;
20 vagas para Cabo Especialista de Saúde  – Aluno Cabo;
601 Vagas para Soldado Combatente – Aluno Soldado.

Nota

Por meio de nota a Secretaria de Administração e Gestão (Sead) informou que “no dia 3 de maio, o DOE publicou o decreto que instituiu as Comissões Geral e Especiais que vão regulamentar, estruturar e organizar os concursos públicos nas áreas de segurança e sistema penitenciário do Poder Executivo Estadual. Os componentes das comissões foram indicados pelos órgãos envolvidos, bem como os que vão atuar na fiscalização e realização dos certames”.

Além da Comissão Geral, foram instituídas quatro comissões especiais responsáveis pelos concursos representando a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

Também participam da comissão geral a Secretaria de Administração e Gestão (Sead), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Controladoria-Geral do Estado (CGE) e Casa Militar. O próximo passo será a definição da banca realizadora do concurso, o que deverá ser decidido em conjunto pelas comissões.

Comentários