No Amazonas é Assim e Coca Cola Brasil

388

Em Novembro de 2012, a Coca Cola Brasil estreiou uma campanha entitulada CADA GARRAFA TEM UMA HIST√ďRIA e o que mais me chamou a aten√ß√£o foi a quantidade de mensagens de parentes e amigos me dando os parab√©ns, outros, me incentivavam a entrar em a√ß√£o contra a Coca Cola. Bem, eu achei bem bacana de ver como a express√£o “No Amazonas √© Assim…” ganhou for√ßa no √ļltimo ano, e como as pessoas come√ßaram a usar no seu dia a dia.

Quero deixar claro que a Coca Cola não me contatou primeiramente e nem mesmo temos algum tipo de parceria, até porque sou apaixonado mesmo é por Baré (Baré, entra em contato comigo que pode rolar parceria ehehhe). De qualquer forma, acho que ficaria legal divulgar aqui no site a propaganda, não por ser da Coca Cola, mas por ser feita por Amazonenses!

Moradores de comunidades ribeirinhas da Amaz√īnia estrelam a nova edi√ß√£o da campanha ‚ÄúCada garrafa tem uma hist√≥ria‚ÄĚ da Coca-Cola Brasil. Por apresentarem hist√≥rias de lideran√ßa e desenvolvimento de suas regi√Ķes, as professoras Izolena Garrido e Raimunda das Chagas Ribeiro e o extrativista Jos√© Roberto Nascimento foram escolhidos como garotos-propaganda das pe√ßas publicit√°rias, produzidas √† beira do Rio Negro (AM). Conhe√ßa um pouquinho mais da vida desses tr√™s personagens:

José Roberto Nascimento
No Amazonas, o que era dificuldade virou oportunidade. Uma nova perspectiva. Assim José enxerga o atual momento na sua região. Já passou por dificuldades, já se viu obrigado a participar do extrativismo ilegal, mas nunca abandonou seu lugar. Depois de participar do movimento para criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável, tudo mudou. Hoje trabalha com madeira manejada de baixo impacto e de modo legal, na fabricação de móveis, barcos e canoas. José acredita que esse é o lugar ideal para seus filhos crescerem conciliando qualidade de vida e cuidado à natureza. Nisso também acredita a Coca-Cola Brasil, que apoia o Programa Bolsa Floresta, beneficiando cerca de 8.100 famílias ribeirinhas, em um total de 35,6 mil pessoas. São histórias como essas que nos fazem firmar um compromisso com o estado e investir sempre, para assim ajudar a construir um Amazonas cada vez mais forte.

Izolena Garrido
Aqui no Amazonas sonhos s√£o vividos. E espalhados. Depois de estudar em Manaus e voltar para o interior, veio a certeza. Tumbir√° √© o seu lugar. N√£o s√≥ seu, mas como tamb√©m ser√° de seus alunos. Izolena √© aquela professora-exemplo que mostra a todos que √© poss√≠vel sim construir uma vida digna na sua regi√£o. √Č tamb√©m uma motivadora de projetos de empreendedorismo, que est√£o trazendo fonte de renda para mulheres locais por meio de suas pr√≥prias habilidades manuais, como costura, artesanato e gastronomia. Uma sonhadora que concretiza projetos. Assim como a Coca-Cola Brasil, que apoia o Programa Bolsa Floresta, beneficiando cerca de 8.100 fam√≠lias ribeirinhas, em um total de 35,6 mil pessoas. N√ļmeros que demonstram o nosso compromisso, que n√£o por acaso √© o mesmo de Izolena: o desenvolvimento do Amazonas.

Raimunda das Chagas Ribeiro
No Amazonas é assim, a vida ensina e a gente passa adiante. Formiga brava. Essa é a tradução do tupi-guarani para saracá, como é conhecida Dona Raimunda. Nome perfeito para uma mulher de trabalho incansável, fundadora da comunidade do estado do Amazonas de onde vem o seu codinome. Foi professora no Rio Negro, em Saracá, que faz parte do Programa Bolsa Floresta, projeto que a Coca-Cola Brasil apoia e beneficia cerca de 8.100 famílias ribeirinhas, totalizando 35,6 mil pessoas. Saber que grandes protagonistas escrevem belas histórias, como Saracá, faz a Coca-Cola Brasil acreditar no Amazonas e enxergar os investimentos no estado não apenas como uma oportunidade, mas sim como um compromisso.

Aqui abaixo segue a reportagem que minha irm√£ escaneou e me enviou.

No Amazonas é assim, a vida ensina e a gente passa adiante.
No Amazonas é assim, a vida ensina e a gente passa adiante.

Coment√°rios