No Amazonas é Assim, nas minhas palavras

2006

Não é nenhuma novidade que as regiões norte e centro oeste do Brasil são as detentoras da maior área verde do mundo. Não é nenhuma novidade, também, conversas de estereótipos sobre os Estados do Amazonas, Pará, Acre, Mato Grosso, etc.

E acredito, portanto, que por serem piadinhas tão batidas ninguém nem se ofenda mais, afinal de contas quem ai nunca ouviu uma brincadeiras com perguntas banais do tipo “Tem onça no centro de Manaus?” ,”Tem jacaré na rua?”, “Tem ônibus em Manaus?”, “Já chegou a Coca Cola em Manaus?”.

No Amazonas é Assim - Muito mais chibata que velocípede
No Amazonas é Assim – Muito mais chibata que velocípede

Na minha opnião, existem pessoas que brincam porque ainda acreditam que podem ofender… mas o problema é quando as pessoas realmente não sabem! (ver recentemente o caso Thomas).

Confesso que me deixei levar pela brincadeira quando em 2011 iniciou-se um novo movimento no facebook com estereótipos locais, e as duas primeiras páginas que me chamaram mais a atenção foram Enquanto isso em Goiás e No Mato Grosso é Assim.

Dentre as duas, eu passava mais tempo na do Mato Grosso, porque as brincadeiras eram as que mais se assemelhavam ao Amazonas. Então com duas semanas de página, resolvi criar a página No Amazonas é Assim.

No Amazonas é Assim - Quebra-mola é desse jeito
No Amazonas é Assim – Quebra-mola é desse jeito

No ínicio sempre tinham brigas, não que hoje não as tenham, mas no ínicio eram mais frequentes… As pessoas ainda não estavam acostumadas com a retratação do Estado daquela maneira, embora todos soubessem dessas brincadeiras, ninguém queria se expor. O problema foi que eu morando longe do Amazonas estava mais a vontade para criar esse rebuliço no facebook, até porque embora eu estivesse (esteja) morando em Milão, as minhas origens sempre foram nortistas. A página com 3 dias de criação já possuai cerca de 6 mil curtidas, e com 1 mês passavamos das 20mil curtidas além do que se ploriferavam outras páginas similares.

Ao meu ver , não foi uma questão de vamos “denigrir” a imagem dos nossos Estados! Mas sim, vamos mostrar pro Brasil que nós também sabemos brincar e temos orgulho dos nossos regionalismos. Assim fui fazendo amizade do norte ao sul através dessas páginas, pessoas que trocam ideias comigo quase diariamente, e respondem e-mail, agradecem, e o melhor participam, comentam e colaboram!

Bem, ainda sobre esse tema de estereótipo, hoje fiquei sabendo de uma propaganda de 2008 do Governo do Mato Grosso no qual já era nessa linha de pensamento! O pessoal da FCS Comunicação e Marketing de Cuiabá havia lançado uma campanha sobre “Tem gente pensando que no Mato Grosso é Assim”, na qual mostra esses estereótipos e depois questiona “E você?”, talvez a maior jogada esteja no “E você?”.

Onça? Tem gente pensando que Mato Grosso é assim, e você?
Onça? Tem gente pensando que Mato Grosso é assim, e você?
Jacaré? Tem gente pensando que Mato Grosso é assim, e você?
Jacaré? Tem gente pensando que Mato Grosso é assim, e você?

O Fantástico desse “e você?” é que, isso serve para aquelas pessoas que se acham espertas, e fazem cara de deboche, mas quando são questionadas não sabem de nada! Pessoas que ainda acham que Roraima é a capital de Rondônia! ou que o Rio Grande do Norte fica na região Norte!

Mas ai que vêm as dúvidas: Quantas pessoas realmente conhecem os seus Estados? Quantas pessoas já sairam pra explorar os interiores dos seus Estados? Quantas pessoas realmente conhecem os outros Estados do Brasil?
Se eu falasse pra você que no Amazonas é Assim, você acreditaria?

Sim, isso é uma pratica comum nas corredeiras de Urubuí, na cidade de Presidente Figueiredo, quando as crianças não descem as corredeiras com isopôs, elas descem com gigantes bóias pretas, aquelas que são câmara de pneu de caminhão. Uma vez inclusive minha mãe e irmã foram descer e quase morreram afogadas, a bóia virou com elas, elas se bateram nas pedras, e como a correnteza é muito forte elas foram sendo arrastadas por quase 3 minutos até serem resgatadas na parte mais lenta da correnteza. Minha mãe nunca bateu muito bem da cabeça também, mas isso é outra história.

Retomando a conversa sobre o Governo do Mato Grosso (MT), eles lançaram 2 vídeos além de um portal, justamente para chamar atenção para o MT e Seus Municípios. Um site completo sobre política, cultura, noticias, história, curiosidades e tudo que você quer e precisa saber sobre Mato Grosso

Jacaré? Tem gente pensando que Mato Grosso é assim

Onça? Tem gente pensando que Mato Grosso é assim

Gostaria de reforçar que eu acredito muito nesse tipo de iniciativa (misto entre imagens divertidas, as vezes fictícias as vezes reais, imagens turísticas e claro, imagens que retratem o regionalismo) e que na minha opinião funciona muito bem para tirar sarro com os outros e ao mesmo tempo mostrar toda a beleza dos nossos Estados.

Comentários

comentários

Loading...