Novamente o julgamento da cassação de José Melo é adiado

2

Na tarde desta sexta-feira (22/01), o julgamento do processo que pede a cassação do mandato do governador José Melo e de seu vice, Henrique Oliveira, foi adiado pela segunda vez, pela Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). Novo julgamento deverá ocorrer na próxima segunda-feira (25/01), de acordo com a presidente da Corte, Socorro Guedes Moura.

Em virtude ausência do juiz Dídimo Santana, que está no interior do Amazonas, o julgamento precisou ser adiado. Porém, alegando que o juiz já havia votado, o advogado defesa do ministro Eduardo Braga, Daniel Nogueira, disse que a presença do juiz seria desnecessária.

Daniel argumentou ainda que a Corte considere o voto do magistrado ausente, que votou pela cassação, e que considere o voto do jurista Márcio Rys Meireles, único membro do Tribunal que ainda não havia se manifestado, pois pediu vistas do processo. A votação ficou em 5 a 0 pela perda do mandato.

Já Yuri Dantas, advogado do governador José Melo, pede que o julgamento siga pelo entendimento da Casa, e que a Corte deve estar completar, e hoje registra a ausência de um membro.

Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

 

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários