Novo reservatório de água da Compensa será interligado nesta terça-feira

76

A concessionária Águas de Manaus vai interligar o novo reservatório de água tratada da Compensa ao sistema de abastecimento nesta terça-feira (21). Para que os trabalhos ocorram com segurança, será necessário interromper temporariamente o fornecimento de água em alguns bairros e conjuntos da zona Oeste de Manaus. A concessionária pede que as pessoas façam o uso consciente e se possível, reservem água para o período.

Imagem: Divulgação

Os ajustes para a interligação começam a partir das 12h da terça-feira (21) e tem previsão de serem finalizados até as 0h de quarta-feira (22). A partir deste horário, o sistema volta a operar. A previsão é que o abastecimento de água tratada na região seja normalizado gradativamente até o meio-dia do dia 22. A concessionária disponibilizará carros pipa para abastecer locais prioritários como hospitais, Unidades Básicas de Saúde e escolas da região.

Os bairros abrangidos pela parada são: Compensa I, II, III, Santo Agostinho, Conjunto Xingu, Vila Marinho, Condomínio Vila Verde I e Vila Verde II.

O novo reservatório da Compensa terá capacidade para reservar 5 milhões de litros de água e vai reforçar o sistema que existe na rua Dom Pedro I, nas proximidades do CSU da Compensa, onde já há um reservatório de 3 milhões de litros. A nova unidade possui 9 metros de altura, 27 metros de diâmetro e começou a ser construída em novembro do ano passado. Cerca de 100 mil moradores na zona Oeste da capital amazonense serão beneficiados com a obra.

Outros quatro novos reservatórios estão sendo construídos pela concessionária Águas de Manaus na capital. As obras estão em fase final para serem entregues à população no primeiro semestre deste ano. As construções estão localizadas nos bairros Jorge Teixeira, Cidade Nova, Cidade de Deus e Colônia Santo Antônio. Os novos reservatórios da Águas de Manaus vão aumentar a capacidade de reserva de água tratada na cidade em 30 milhões de litros. Juntos, eles terão capacidade de melhorar a qualidade de vida de uma população aproximada de 500 mil pessoas na capital. Atualmente, a capital possui 182 unidades que reservam 226 milhões de litros de água.

Imagem: Divulgação

Comentários