Home Notícias Amazonas Número de denúncias por descumprimento de decreto contra coronavírus já chega a 1.190

Número de denúncias por descumprimento de decreto contra coronavírus já chega a 1.190

1 min - tempo de leitura
104

Em seis dias de fiscalizações, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) já recebeu 1.190 denúncias sobre o descumprimento do decreto do governador Wilson Lima de suspensão do funcionamento de bares, igrejas e outros estabelecimentos por 15 dias. No último sábado (21/03), o Governo do Amazonas tem intensificado as medidas preventivas para o enfrentamento ao Covid-19.

Foto: Divulgação

Os bares continuam somando o maior número de denúncias. Foram 323 até a manhã desta quinta-feira (26/03), seguidos dos estabelecimentos comerciais (295) e das igrejas (126). Nas denúncias anônimas feitas ao 190 também aparecem feiras, campos de futebol, aglomerações em via pública, aglomeração ou festas em residência e academias. Destas denúncias, 190 locais indicados foram encontrados fechados pelos policiais militares.

Desde o último sábado (21/03), sob a coordenação do secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, e do comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel PM Ayrton Norte, os policiais estão nas ruas para garantir o cumprimento da determinação do governador.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), já são 54 casos confirmados no Amazonas, com 49 em isolamento domiciliar.

Suspensão – O Decreto nº 42.099 prevê a suspensão do funcionamento de todos os restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação e similares, exceto os que funcionam no interior de hotéis e pousadas em atendimento aos hóspedes.

Também está suspenso o funcionamento de boates, casas de shows, casas de eventos e recepções, salões de festas, parques de diversão, circos, igrejas, templos religiosos e lojas maçônicas.

Outro decreto, de nº 42.101, do dia 23 deste mês, determina o fechamento de estabelecimentos comerciais, com exceção de serviços essenciais como supermercados, padarias, açougues e farmácias. Também está suspenso o funcionamento de clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, com exceção de atendimentos de urgência e emergência.

Denúncias – As denúncias de locais que continuarem descumprindo o decreto podem ser feitas por meio do 190.

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM): Tabajara Moreno (3652-2022, 99210-8956 e 99191-8322) e Jhemisson Marinho (98274-1234). E-mail: [email protected]

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Emerson Tahan
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Arcebispo emérito de Manaus, Dom Sérgio morre nesta quarta (3)

No início desta quarta-feira (3), faleceu na cidade de Manaus o arcebispo emérito de Manau…