O campeão voltou! José Aldo vence por knock out!

562

A Alvorada está em Festa, Manaus está em Festa, o Rio de Janeiro está em festa! Em fim, José Aldo Júnior volta a vencer no UFC e explode em choro na comemoração. O choro lavou a alma e espantou de uma vez por todas o fantasma da aposentadoria .

O choro de José Aldo ao fim do combate contra Jeremy Stephens não podia ser por uma razão melhor. Ainda no primeiro round, o “Campeão do Povo” nocauteou o americano conhecido por ser um nocauteador nato após desferir um soco no fígado dele seguido de golpes no chão. Foi um dos momentos em que Aldo mais deixou a emoção aflorar. Ele sabia que essa luta era tudo ou nada. Uma derrota poderia significar o fim do sonho de resgatar o título que foi dele por tanto tempo. A vitória fulminante e avassaladora o deixa a um passo de desafiar o campeão.

Aldo vinha de duas derrotas em lutas pelo cinturão contra o atual campeão Max Holloway. E muitos críticos passaram a suspeitar que o ápice de Aldo tinha ficado no passado, e que ele caminharia para a aposentadoria. Hoje, Aldo não apenas deu uma sobrevida à carreira como mostrou que pode, sim, ser o melhor da divisão, ainda tem lenha para queimar, é um dos melhores pesos-penas e poderá ser campeão de novo.

Na luta desta noite, Aldo entrou num combate franco bem ao estilo do Jeremy Stephens. Trocou socos, absorveu golpes e caiu para dentro como o Aldo das antigas. Venceu no jogo do rival, que também é o estilo de Aldo, um exímio lutador de muay thai e jiu-jitsu, que é sua verdadeira origem.

Palavras de Aldo ao vencer no UFC Calgary, que acontece agora no Canadá:

– Estou tentando recomeçar de novo… Sabia que não podia errar, graças a Deus pude conectar um bom golpe e acabar a luta… Agora estou de volta, o campeão voltou, agora é manter o caminho, o Max Holoway merece ser o campeão e eu espero que ele volte e eu possa ter uma luta com ele, ou outro lutador, pelo título.

O UFC Calgary segue para a luta final, entre Eddie Alvarez e Dustin Poirier.

José Aldo chora ao vencer Stephens

Comentários