Ônibus ameaçam entrar em greve por falta de segurança e troco em Manaus

1987

Na tarde desta terça-feira (7/3) o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Manaus (STTRM) confirmou a paralisação de 100% da frota na próxima sexta-feira (10/3). A justificativa da greve é por falta de segurança no transporte e troco aos usuários.

Segundo o presidente do STTRM, Givancir Oliveira, a medida será motivada pela insegurança que rodoviários e usuários do sistema vem sofrendo com a onda de assaltos na capital amazonense.

Loading...

Outro motivo levantado pelo presidente do sindicato é a falta de troco dentro dos coletivos. A paralisação dos ônibus foi comunicada à Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), segundo Givancir Oliveira.

A tarifa cobrada no transporte público é R$ 3,80  e devido à falta de troco, cobradores de ônibus relatam que estão sendo vítimas de agressão dentro dos coletivos por passageiros que exigem o troco por meio da Lei do troco (nº 1.797/2013). Em contra partida a Categoria propõe que o Sindicato das Empresas de Transporte de Manaus (Sinetram) adote um ‘vale-troco’, facilitando assim a entrega do troco de 20 centavos para os usuários de transporte público.

Nova greve de ônibus prevista para 10/3 em Manaus

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook