Padrasto é preso suspeito de abusar e engravidar enteada menor, em Manaus

1053

Família disse que só descobriu o abuso após o nascimento de um bebê e a própria jovem não sabia que estava grávida.

O caso aconteceu no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. Um homem de 48 anos foi preso por suspeita de estuprar a própria enteada de apenas 15 anos. O crime teria ocorrido em janeiro e nove meses depois, a adolescente teve o filho dentro do banheiro de dua casa. Segundo a família ninguém sabia que a vítima estava grávida.

Foto: Patrick Marques/G1 Amazonas
Foto: Patrick Marques/G1 Amazonas

A delegada Joyce Coelho, da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), disse que a jovem teve filho no dia 28 de outubro, no banheiro da casa em que mora. Devido a adolescente apresentar disfunções hormonais, ninguém suspeitou de sua gravidez.

Após o parto a adolescente foi levada para a maternidade Moura Tapajós, a família perguntou como ela teria engravidado e ela disse que foi estuprada pelo padrasto, explicou a delegada.

Ainda de acordo a delegada, a jovem disse que estava sozinha em casa com o padrasto quando o crime aconteceu. Ela estava no quarto, o suspeito entrou, tapou a boca da vítima e cometeu o crime.

Quando soube da situação, a mãe da adolescente registrou um boletim de ocorrência na Depca e a delegada pediu a prisão temporária do suspeito. Ele foi localizado em um bar, no bairro Compensa, na tarde de segunda-feira (26), e preso.

“Ele não resistiu a prisão, mas nega que cometeu o crime. Ele se dispôs ainda a fazer um exame de DNA”, explicou a delegada Joyce Coelho.

O suspeito foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis na delegacia, ele deve ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Comentários