Pai mata traficante após vídeo intimo da filha ser divulgado nas rede sociais

5364

Um v√≠deo √≠ntimo motivou um assassinato de um criminoso de S√£o Lu√≠s, capital do Maranh√£o. As imagens de um jovem de 22 anos, tendo rela√ß√Ķes sexuais com uma mulher de 18 anos, come√ßaram a circular em grupos de WhatsApp do estado, at√© que as imagens foram descobertas por ningu√©m mais, ningu√©m menos, que o pai da garota. Ao descobrir que foi o rapaz que decidiu publicar a grava√ß√£o na internet, o pai, indignado e com raiva, o procurou e o executou com a ajuda de amigos. Outro v√≠deo, que mostra o momento da execu√ß√£o do suspeito tamb√©m est√° sendo divulgado na internet.

Pai mata traficante após vídeo intimo da filha ser divulgado nas rede sociais / Foto : Reprodução
Pai mata traficante após vídeo intimo da filha ser divulgado nas rede sociais / Foto : Reprodução

O rapaz executado foi identificado como Kleber Vieira Gama, um presidiário que estava foragido. O suspeito era procurado pelas autoridades por cometer crimes de estupro, tráfico de drogas e roubo. Junto com a informação de sua execução, imagens do rapaz segurando uma arma aparecem nas redes sociais.

O pai que localizou o criminoso faria parte de um grupo de extermínio do Maranhão, que seria conhecido como o G6. Durante a execução, os homens que atiram contra o suspeito fazem menção ao grupo. Outro fato que chama atenção é que o pai da ex-companheira do traficante atira diversas vezes contra o rapaz, mostrando toda raiva que estava sentindo.

A Pol√≠cia Civil do Maranh√£o procurava Kleber desde o √ļltimo dia 12, quando mandados de pris√£o foram expedidos pela justi√ßa. No entanto, as autoridades n√£o estavam tendo sucesso at√© o momento em que encontraram o corpo em uma vala na cidade de Imperatriz. O cad√°ver do traficante estava sem as tatuagens. Tudo aponta que a motiva√ß√£o do crime foi o v√≠deo √≠ntimo. No entanto, os policiais da regi√£o ainda afirmam ser cedo para confirmar com toda certeza que o pai da garota √© o respons√°vel pela execu√ß√£o.

Mesmo com o vídeo em mãos e o conhecimento de que o pai é o responsável, o caso ainda é tratado com muita cautela. O motivo para isso é porque Kleber contava com vários desafetos no mundo do crime. Por conta disso, as autoridades querem ter certeza absoluta na ação que tomarão a seguir.

Fonte: MassapeCeara.com

Coment√°rios