Paralisação dos professores da Ufam

351
Ufam
Ufam

 

Os professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) atenderam ao chamamento do Sindicato Nacional dos Docentes das Institui√ß√Ķes de Ensino Superior (Andes-SN) e decidiram suspender as atividades no dia 11 de julho, data programada para realiza√ß√£o do Dia Nacional de Lutas com Greves e Mobiliza√ß√Ķes.

A decisão foi tomada em Assembleia Geral nesta terça-feira (2), na sede da Associação dos Docentes da Ufam (Adua).

A categoria vai integrar o movimento com atividades conjuntas previstas em todo o pa√≠s, organizadas pelas oito centrais sindicais brasileiras CSP-Conlutas, CUT, UGT, For√ßa Sindical, CGTB, CTB, CSB e NCST, al√©m de participa√ß√£o do MST, o Dieese, o F√≥rum das Entidades Nacionais dos Servidores P√ļblicos Federais (SPF) e outros setores articulados no √Ęmbito do Espa√ßo de Unidade de A√ß√£o, do qual faz parte o Andes-SN.

Os docentes tomaram a decis√£o ap√≥s avaliar que o momento de manifesta√ß√Ķes pelo qual passa o Brasil √© prop√≠cio para a retomada da pauta de reivindica√ß√£o da maior greve do movimento docente de 2012: a reestrutura√ß√£o da carreira e melhores condi√ß√Ķes de trabalho nas universidades p√ļblicas.

‚ÄúO pa√≠s est√° sendo ‚Äėsacudido‚Äô nestes √ļltimos dias pela popula√ß√£o em respostas √†s provoca√ß√Ķes do governo, que vem desmantelando os servi√ßos p√ļblicos, com a√ß√Ķes de precariza√ß√£o. As universidades e as escolas est√£o cada vez mais sucateadas‚ÄĚ, criticou o presidente da Adua, Jos√© Belizario.

A ades√£o do movimento docente aos protestos tamb√©m levar√° em conta as manifesta√ß√Ķes em favor da aplica√ß√£o imediata de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na educa√ß√£o p√ļblica.

Fonte: D24AM

Coment√°rios