Home Notícias Amazonas Parteiras tradicionais participam da 10ª oficina de troca de saberes em Tabatinga, no Amazonas

Parteiras tradicionais participam da 10ª oficina de troca de saberes em Tabatinga, no Amazonas

3 min - tempo de leitura
13

Nesta terça e quarta-feira (11 e 12), parteiras indígenas da comunidade Belém do Solimões, no município de Tabatinga, se reuniram na 10ª oficina de troca de saberes do projeto “Redes vivas e práticas populares de saúde: conhecimento tradicional das parteiras e a educação permanente em saúde para o fortalecimento da rede de atenção à saúde da mulher no Estado do Amazonas”. Esta é a terceira oficina realizada na região devido o alto número de parteiras nas comunidades rurais e indígenas nos municípios.

Durante os dois dias de oficina, as parteiras participaram de rodas de conversas e dinâmicas trabalhadas em grupo para explorar os aspectos de atuação, localização e forma de cuidado com gestantes e recém-nascidos. Ao final das atividades as parteiras escreveram uma Carta de Demanda que será encaminhada à gestão das secretarias de saúde, Distrito Sanitária Especial de Saúde Indígena (DSEI) e maternidades.

A região do alto Solimões concentra um alto número de parteiras nas comunidades rurais e ribeirinhas. / Foto: Divulgação
A região do alto Solimões concentra um alto número de parteiras nas comunidades rurais e ribeirinhas. / Foto: Divulgação

O projeto, desenvolvido pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/ Fiocruz Amazônia), através do Laboratório de História, Políticas e Saúde na Amazônia (LAHPSA) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) e apoio financeiro do Ministério da Saúde (MS), tem o objetivo de valorizar as práticas tradicionais e populares das parteiras, por meio da pesquisa e da formação para o fortalecimento da Rede da Saúde da Mulher no Estado do Amazonas.

A partir de janeiro o projeto das parteiras retoma as atividades em outras regiões do Amazonas para avançar na pesquisa, publicações e sistematização das informações sobre as parteiras tradicionais do Amazonas, com o intuito de contribuir para a formalização e reconhecimento da categoria.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Nickson Maciel
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Alunos nordestinos fazem saudação nazista em sala de aula e são suspensos pela direção

Um grupo de adolescentes de 17 anos  do Colégio Santa Maria, um dos mais tradicionais da r…