Parteiras tradicionais participam da 10ª oficina de troca de saberes em Tabatinga, no Amazonas

63

Nesta ter√ßa e quarta-feira (11 e 12), parteiras ind√≠genas da comunidade Bel√©m do Solim√Ķes, no munic√≠pio de Tabatinga, se reuniram na 10¬™ oficina de troca de saberes do projeto ‚ÄúRedes vivas e pr√°ticas populares de sa√ļde: conhecimento tradicional das parteiras e a educa√ß√£o permanente em sa√ļde para o fortalecimento da rede de aten√ß√£o √† sa√ļde da mulher no Estado do Amazonas‚ÄĚ. Esta √© a terceira oficina realizada na regi√£o devido o alto n√ļmero de parteiras nas comunidades rurais e ind√≠genas nos munic√≠pios.

Durante os dois dias de oficina, as parteiras participaram de rodas de conversas e din√Ęmicas trabalhadas em grupo para explorar os aspectos de atua√ß√£o, localiza√ß√£o e forma de cuidado com gestantes e rec√©m-nascidos. Ao final das atividades as parteiras escreveram uma Carta de Demanda que ser√° encaminhada √† gest√£o das secretarias de sa√ļde, Distrito Sanit√°ria Especial de Sa√ļde Ind√≠gena (DSEI) e maternidades.

A regi√£o do alto Solim√Ķes concentra um alto n√ļmero de parteiras nas comunidades rurais e ribeirinhas. / Foto: Divulga√ß√£o
A regi√£o do alto Solim√Ķes concentra um alto n√ļmero de parteiras nas comunidades rurais e ribeirinhas. / Foto: Divulga√ß√£o

O projeto, desenvolvido pelo Instituto Le√īnidas e Maria Deane (ILMD/ Fiocruz Amaz√īnia), atrav√©s do Laborat√≥rio de Hist√≥ria, Pol√≠ticas e Sa√ļde na Amaz√īnia (LAHPSA) em parceria com a Secretaria de Estado de Sa√ļde do Amazonas (Susam) e apoio financeiro do Minist√©rio da Sa√ļde (MS), tem o objetivo de valorizar as pr√°ticas tradicionais e populares das parteiras, por meio da pesquisa e da forma√ß√£o para o fortalecimento da Rede da Sa√ļde da Mulher no Estado do Amazonas.

A partir de janeiro o projeto das parteiras retoma as atividades em outras regi√Ķes do Amazonas para avan√ßar na pesquisa, publica√ß√Ķes e sistematiza√ß√£o das informa√ß√Ķes sobre as parteiras tradicionais do Amazonas, com o intuito de contribuir para a formaliza√ß√£o e reconhecimento da categoria.

Coment√°rios