Partidas da Copa do Brasil tem riscos de acontecer com portões fechados, em Manaus

64

Os jogos da Copa do Brasil em que os times Manaus FC, que enfrenta o Vila Nova-GO na próxima Quarta (13), e Fast Clube que enfrenta o Oeste-SP na Quinta (14), podem não contar com o fator torcida.

A partida só terá torcida se os times ou órgão responsável pela Colina, envie os laudos do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Vigilância Sanitária até as 18h desta sexta-feira (08). / Foto: Nickson Maciel
A partida só terá torcida se os times ou órgão responsável pela Colina, envie os laudos do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Vigilância Sanitária até as 18h desta sexta-feira (08). / Foto: Nickson Maciel

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou nesta quarta-feira (6), em documento enviado para os dois clubes e Federação Amazonense de Futebol (FAF), que as partidas poderão ser de portões fechados ao público, por conta dos laudos vencidos do Estádio Ismael Benigno, a Colina.

A partida só terá torcida se os times ou órgão responsável pela Colina, envie os laudos do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Vigilância Sanitária até amanhã (8), às 18h (de Manaus). O diretor de competições da FAF, Ivan Guimarães, disse que foi encaminhado o documento para o secretário Caio André Oliveira, para que a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, encaminhe os novos laudos.

“A Colina é de responsabilidade da Sejel, que já está ciente do ocorrido. A secretaria pode encaminhar os novos laudos para a CBF ou via Federação. O único laudo que passou foi o de estrutura da Colina. O que a Confederação reprovou alegando vencimento foi o do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Vigilância Sanitária”, disse o diretor.

Ivan também disse que os laudos devem ser feitos todos os anos, mas entra e sai ano, o problema com laudos dos Estádios do Amazonas persiste. “Todos os anos temos essa discussão. Quando o laudo sai, vem com restrições que deveriam ser reparados até o próximo laudo, para que assim tivessem um definitivo. Mas nunca fazem as modificações apontadas”, afirmou Ivan Guimarães.

Nota
Em nota, a Secretaria de Estado de Juventude Esportes e Lazer (Sejel), responsável pelos estádios Arena da Amazônia, Ismael Benigno (Colina), Carlos Zamith e Oswaldo Frota, informou que os laudos técnicos necessários para o funcionamento durante as competições locais estão em dias.

Para os jogos da Copa do Brasil (Manaus x Vila Nova, 13, e Fast x Oeste SP, 14), competição nacional, outros laudos técnicos já foram solicitados ao Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Dvisa. Em obediência ao Estatuto do Torcedor, a entidade responsável pelas praças esportivas terá até as 18h desta sexta-feira (8) para apresentar os laudos técnicos, já solicitados.

Dos clubes, apenas o Fast se manifestou ainda na noite desta quinta-feira (07) falando que o Secretário Caio Oliveira estava em reunião com o Governador Wilson Lima e garantiu apoio para ser resolvido ainda na manhã desta sexta-feira (08).

Confira a nota na íntegra:
O presidente do Fast Clube Dênis Albuquerque informa que conversou a pouco com o Secretário Caio Oliveira e este lhe informou que estava em reunião com o Governador Wilson Lima e o mesmo garantiu total apoio para que nesta sexta-feira pela parte da manhã será resolvido a questão dos laudos do estádio Ismael Benigno e que a partida entre Fast Clube x Oeste pela Copa do Brasil 2019 será diante da torcida tricolor.

O Fast Clube agradece ao Governador Wilson Lima e ao Secretário Caio Oliveira pelo empenho em prol do Fast Clube e do segundo representante do Amazonas na competição, demonstrando o seu apoio e valorização pelo esporte amazonense.

*Com informações do D24 AM

Comentários