Home Notícias Polícia Passista morre após fazer procedimento estético em casa por médico com registro cassado

Passista morre após fazer procedimento estético em casa por médico com registro cassado

1 min - tempo de leitura
132

Uma ex-passista de 41 anos morreu, no sábado (12), após fazer um procedimento estético em casa no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Érica Cristina dos Santos Pereira teria realizado uma lipoaspiração e uma cirurgia nos seios. Ela foi levada para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, também em Caxias, mas não resistiu.

A causa da morte, segundo a unidade de saúde, foi choque séptico em decorrência de complicações causadas pelos procedimentos. Ela também teria desenvolvido uma infecção bacteriana grave.

De acordo com as investigações, o médico responsável pela cirurgia tem a licença cassada há cinco anos e possui 35 anotações criminais. Duas delas por homicídio.

“Ele não pode exercer a profissão em qualquer lugar, sobretudo dentro de uma residência. Isso agrava ainda mais a situação dele.”, disse o delegado André Neves, em entrevista à Record TV Rio.

O suspeito chegou a ser preso em flagrante em setembro por atuar em uma clínica clandestina em Bonsucesso, na zona norte do Rio.

A polícia investiga o caso e aguarda o depoimento dos familiares de Érica. Os agentes apuram se existem outras vítimas do médico.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Governador do Pará oferece 30 leitos para pacientes do Amazonas com Covid-19

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou na noite desta quinta-feira (14) que…