Home Colunas Marcus Pessoa Peixe PET : Um atrativo diferente para conscientização ambiental e descarte de garrafas PET em praia

Peixe PET : Um atrativo diferente para conscientização ambiental e descarte de garrafas PET em praia

2 min - tempo de leitura
298

Olha que iniciativa bem bacana para ajudar no recolhimento dos materiais descartáveis em Praias. Na cidade de Imbé, município do estado do Rio Grande do Sul, a Prefeitura de Imbé resolveu adotar algumas medidas de conscientização e preservação ambiental, visto que as suas praias são muito procuradas por esportistas, especialmente surfistas, devido às ondas que se formam nas suas águas. E justamente por ser uma cidade turística, era inevitável deixar virar bagunça. Foi então que eles lançaram alguns programas de Educação Ambiental, destaque para o projeto “‘Nossa Onda é Preservar’ que leva ações de educação ambiental aos veranistas e moradores.

Em seguida, foi a vez de se fazer o “Peixe PET”, : Um atrativo diferente para descarte de garrafas de plástico em praia. Essa estrutura de metal serve para impedir que a população e os banhistas descartassem as garrafas plásticas na praia de forma errada, agora eles vão até esse “EcoPonto” e fazem seu descarte no “Peixe PET”.

Peixe PET : Um atrativo diferente para descarte de garrafas de plástico em praia / Foto : Divulgação
Peixe PET : Um atrativo diferente para descarte de garrafas de plástico em praia / Foto : Divulgação

O Peixe PET tornou-se um ecoponto para coleta exclusiva do material, instalado nos primeiros dias do ano junto à Guarita Central 133 da beira-mar, no Centro de Imbé. Ele já ganhou a simpatia dos moradores e veranistas, e deve ser expandido a outras praias da cidade a partir da próxima temporada.

Apesar do nome complicado, o politereftalato de etileno (PET) é o melhor e mais resistente plástico para embalagens de refrigerantes, águas, sucos e muitos outros produtos frequentemente consumidos na beira-mar.

“Foi para diminuir o impacto deste tipo de poluição dos oceanos que criamos esta ideia do Peixe PET. É uma iniciativa pioneira na área da conscientização e da educação ambiental no litoral gaúcho”, explica o prefeito Pierre Emerim.

Ecoponto está localizado próximo da Guarita Central 133 / Foto: Ivan de Andrade/Divulgação
Ecoponto está localizado próximo da Guarita Central 133 / Foto: Ivan de Andrade/Divulgação

A estrutura construída pelas secretarias de Obras e Viação (Smov) e de Meio Ambiente, Pesca, Proteção Animal e Agricultura (Semmapa) ficará no local até o final da temporada de verão, quando o movimento na orla tende a diminuir. Depois será removida para evitar a deterioração e até uma eventual depredação. E se multiplicará na próxima temporada, antecipa a bióloga Nélida Pereira. “A ideia é disponibilizar mais três ou quatro estruturas iguais a esta em outros balneários da nossa cidade, ampliando o trabalho de conscientização”, afirma a servidora da Semmapa.

As garrafas recolhidas no Peixe PET serão encaminhadas às associações de reciclagem e de artesãos cadastradas no município até o início da coleta seletiva no município, que está em fase final de implantação.

Será que Manaus não pode adotar medida similar para que evitem tanta sujeira nas praias? Quando a gente pensa na Praia da Ponta Negra, por exemplo, é inevitável não pensar na quantidade de lixo que fica deixada pelos banhistas e frequentadores. Por isso deixo no ar a pergunta: E se fosse em Manaus? Deixe sua resposta nos comentários.

Marcus Pessoa - Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e nessa minha coluna "E se Fosse em Manaus?" escrevo sobre Políticas Criativas Funcionais sempre com um olhar pautado em projetos bem sucedidos e que poderiam perfeitamente serem aperfeiçoados e replicados em Manaus.
Marcus Pessoa – Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e nessa minha coluna “E se Fosse em Manaus?” escrevo sobre Políticas Criativas Funcionais sempre com um olhar pautado em projetos bem sucedidos e que poderiam perfeitamente serem aperfeiçoados e replicados em Manaus.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Marcus Pessoa

Deixe uma resposta

Leia Também

Pantanal está pegando fogo em proporções nunca registradas! Uma verdadeira tragédia pro Brasil e o mundo!

Nos primeiros sete meses deste ano, o principal rio do Pantanal, o rio Paraguai, atingiu o…