Peritos decidem por greve e paralisação a partir de segunda-feira em Manaus

452

Peritos do Estado do Amazonas deliberaram nesta quinta-feira (18) , em assembleia no Instituto Medico Legal e parar os serviços a partir da próxima segunda-feira, a principal razão da paralisação é para que haja o pagamento do servidor (database de 2015-2018), pois até o momento a classe não conseguiu conversar com o Governador Wilson Lima.

O que foi dito de acordo com a representante da Presidente do Sindicato dos Peritos da Polícia Civil do Estado do Amazonas, Viviany Pinto, é que a categoria entrou com um ofício na Casa Civil, em fevereiro, pedindo o pagamento das datas-bases atrasadas de 2015 a 2018 e também a de 2019 e, até agora, não obteve nenhuma resposta do Governo do Estado.

Os peritos ficaram de fora do reajuste autorizado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na segunda-feira (15), para os delegados da PC, que ao todo terão os salários ampliados em até 28%.

Levando a frente a paralisação na próxima semana, os 3 institutos deverão ficar estagnados, são eles o Instituto Médico Legal, o Instituto de Identificação do Estado do Amazonas e o Instituto de Criminalística.

A Perícia gostaria do apoio da população ao atendimento das demandas da classe, pois é fundamental que a Perícia esteja mais equipada para que possa oferecer melhores serviços à população.

Coment√°rios