Home Entretenimento Curiosidades Pesquisa revela as principais profissões das Sugar Babies

Pesquisa revela as principais profissões das Sugar Babies

4 min - tempo de leitura
837

No site MeuPatrocínio, a primeira e maior plataforma de relacionamento sugar no Brasil, as Sugar Babies alcançaram a marca de um milhão e 800 mil cadastros. São jovens ambiciosas e determinadas, em busca de um daddy que lhes ofereça estabilidade emocional e financeira ou a realização de projetos de vida. Elas estão concentradas principalmente em São Paulo (33%), Rio de Janeiro (14%) e Minas Gerais (8%).

Em uma recente pesquisa com as usuárias, a plataforma MeuPatrocínio identificou uma característica marcante no perfil: as empreendedoras representam uma média de 15% entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. A revelação reforça a ideia de que as Babies desejam garantir um futuro próspero, com seus próprios negócios, não medindo esforços para alcançá-los e, para esses casos, a figura do daddy representa o apoio necessário e, o mais importante, um mentor de negócios.

Em São Paulo, além das estudantes (12%), administradoras de empresas (5%) e modelos (4%) foram as profissões mais citadas. No Rio de Janeiro, as universitárias em formação representam 15%, enfermeiras e administradoras 4 e 4,5%, respectivamente. Em Minas Gerais, 17% estão se dedicando aos estudos e 4% trabalham como vendedoras ou atuam como administradoras de empresas. No Paraná, encontramos 15% de estudantes e 5% de administradoras. As engenheiras, espalhadas pelo Brasil, por sua vez, são 1% do total de entrevistadas.

As Sugar Babies, segundo o levantamento, têm idade média de 27 anos. Elas procuram alguém com quem possam vivenciar uma relação transparente e com metas alinhadas desde o início, prevendo o custeio dos estudos, de especialização de carreira e de outros projetos pessoais. Tudo acordado entre as partes, desde o início. Os daddies, por sua vez, aqueles que assumem o papel de provedores da relação, na faixa dos 43 anos, são homens maduros e bem-sucedidos, em busca de uma relação diferenciada, com os objetivos expostos com naturalidade, facilitando a aproximação de pessoas sensatas, maduras e com os mesmos interesses.

“Apesar de todas as polêmicas que ainda envolvem o relacionamento sugar, continuamos acreditando que o modelo é uma alternativa para aqueles que preferem ter a transparência como base da relação. Apesar das controvérsias, a procura por este tipo de relação só tem crescido, sinal de que as mudanças na forma como as pessoas se relacionam estão em curso”, observa Jennifer Lobo, fundadora e CEO da plataforma MeuPatrocínio.

Pesquisa revela as principais profissões das Sugar Babies
Pesquisa revela as principais profissões das Sugar Babies

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Curiosidades

Deixe uma resposta

Leia Também

De onde surgem os grafismos indígenas?

Sobre grafismo indígena* Além de cada etnia ter sua relação única com a pintura corporal, …