Polícia Civil investiga envolvidos no vídeo de suposto estupro relatado pelo youtuber Everson Zoio

120

O vídeo mostra o youtuber relatando ter feito sexo com a namorada enquanto ela dormia. Youtuber se disse arrependido, que a história foi inventada e não passou de uma piada de mau gosto.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que nesta segunda-feira (30), iniciou-se as diligências para investigar vídeo do youtuber Everson Zoio em que ele relata um suposto estupro a uma ex-namorada. De acordo a polícia, os envolvidos serão ouvidos como parte da investigação. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Investigação de Crimes Cibernéticos, em Belo Horizonte.

Alexandre Araújo, assessor de imprensa do youtuber, informou para imprensa que ainda não houve nenhuma intimação oficial para depoimento em Extrema, onde Zoio mora.

No vídeo, gravado em 2016, Everson Zoio e mais três amigos aparecem conversando e Zoio conta sobre o dia em que, segundo ele, fez sexo com uma ex-namorada enquanto ela dormia.

Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

O youtuber diz que estavam na fazenda da família dela, em Extrema, no Sul de Minas. À noite, ela disse não queria ter relação sexual porque estava com sono. Neste momento, ele diz a frase ‘beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador”. Todos riem.

Quando ela estava em sono pesado, ele diz ter tirado a roupa dela e relata o que, pela lei, pode ser caracterizado como estupro.
Os três amigos riem no vídeo. No fim, ele diz que ela acordou e perguntou “O que é isso?”. Zoio segue contando que ficou “sem graça” quando a ex-namorada acordou e resolveu dormir. O youtuber ainda diz que, no outro dia, os dois riram da situação.
Esse não seria o único vídeo de Zoio falando sobre o mesmo assunto – a polícia investiga uma gravação anterior, de 2015, com o mesmo teor.

Em vídeo Everson Zoio se explica, dizendo ter sido uma história inventada:

Fonte: G1 Minas Gerais

Comentários